Passaporte deixa de ser obrigatório nas viagens entre Brasil e Colômbia

84

As novas regras, que também valem para os brasileiros que vão à Colômbia, foram anunciadas nesta terça-feira (02) pelo ministro do Turismo, Luiz Barretto, durante reunião do Comitê Descubra Brasil, em Bogotá. Além do ministro, participaram do encontro a presidente da Embratur, Jeanine Pires, e o embaixador do Brasil na Colômbia, Valdemar Carneiro Leão.

A medida, que facilita o trânsito de pessoas entre os dois países, deve aumentar o fluxo turístico no momento em que a atração dos turistas sul-americanos ganha ainda mais importância diante da recessão econômica nos países europeus e nos Estados Unidos, tradicionais emissores de turistas para o Brasil. Em 2007, 45,8 mil colombianos visitaram o Brasil, seis mil a mais do que o número de brasileiros que visitou a Colômbia.

Para incrementar ainda mais a vinda dos colombianos, o ministro anunciou um investimento de US$ 225 mil em promoção e publicidade do Brasil. O valor é o dobro do investido em 2008. “Além disso, vamos conversar com as companhias aéreas para diversificar as portas de entrada do Brasil e não ficarmos restritos a São Paulo e Manaus”, disse Barretto aos integrantes do Comitê Descubra Brasil. A entidade, criada em 2004, reúne três companhias aéreas que voam entre Brasil e Colômbia (Gol, Taca e Avianca), quatro operadoras de turismo e três agências de viagem.

Desde o início da crise financeira internacional, no final de 2008, o Ministério do Turismo tem incrementado as relações com os vizinhos da América do Sul. Em março, o ministro Luiz Barretto esteve na Argentina e no Chile, onde também anunciou o aumento dos investimentos em promoção e publicidade do destino Brasil. Para dar sequência a esse trabalho, nesta quinta-feira (04), o ministro inaugura o Comitê Descubra Brasil em Caracas, na Venezuela.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade