Pedido da Xiamen Airlines de aviões Boeing 737 entra para a história da aviação comercial

173

O Boeing 737 acaba de quebrar um novo recorde que deve permanecer nos livros por um bom tempo. Com a encomenda de 10 aeronaves 737-800s feita pela Xiamen Airlines, o número total de pedidos de aviões 737 ultrapassou a marca das 6.000 unidades.

“É um marco notável que reflete o quanto os nossos clientes apreciam a tecnologia, a eficiência, a segurança e a rentabilidade do 737”, declarou Alan Mulally, Presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes. “Estamos particularmente satisfeitos em ter a Xiamen como cliente deste pedido histórico, que é também um testemunho da nossa prática de projetar e construir os aviões que as companhias aéreas querem e agregar valor por muitos e muitos anos.”

O pedido de hoje da Xiamen Airlines e as encomendas subseqüentes de clientes não identificados elevam as vendas totais de 737 para 6.025. Nenhum outro jato na história da aviação comercial alcançou tal sucesso de vendas.

Até hoje, foram vendidas 3.132 unidades da família Initial (737-100 e 737-200) e Classic (do 737-300 até o 737-500), e 2.893 da série 737 Next-Generation (737-600 a 737-900ER).

A Xiamen Airlines receberá as suas aeronaves 737-800 em 2006. Os aviões serão equipados com Blended Winglets, que aumentam o desempenho.

“Este pedido nos possibilita simplificar a frota com o avião de melhor desempenho e mais econômico de sua categoria”, declarou Yang Guanghua, Presidente da Xiamen Airlines. “O Boeing 737 nos ajudará a atingir a meta de reduzir os custos operacionais e aumentar o retorno do investimento dos acionistas. Além disso, com o seu interior atraente para os passageiros, os novos 737s transportarão os clientes com muito conforto em todas as nossas rotas domésticas.”

Estabelecida há 21 anos, a Xiamen Airlines é a primeira companhia aérea local da República Popular da China. As suas duas controladoras são a China Southern Airlines Company Limited e a Xiamen C & D Corporation Limited , com 60% e 40% das ações, respectivamente. A linha aérea atualmente opera uma frota exclusiva de aviões da Boeing – 25 737s e nove 757-200s – em mais de 100 rotas domésticas e internacionais. Xiamen, Jinjiang, Wuyishan, Hangzhou e Nanchang são os terminais principais. A companhia já operou três gerações de 737s, começando com o 737-200. Atualmente ela opera 737-300s e 737-500s Classic e 737-700s Next-Generation.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade