Presidente da Bombardier pede demissão

248

A fabricante de aviões Bombardier, concorrente da brasileira Embraer, informou na segunda-feira que seu presidente e chefe-executivo, Paul Tellier, pediu demissão do cargo.

As surpreendentes demissões de Tellier e de mais dois membros da diretoria vêm um ano antes do fim do compromisso deles, estabelecido em três anos, no topo da terceira maior montadora da aviação civil mundial.

Tellier, 65, ex-presidente e chefe executivo da empresa do setor ferroviário Canadian National Railway, foi indicado como presidente e chefe executivo da Bombardier em janeiro de 2003.

Em uma recente entrevista à Reuters, Tellier disse que esperava permanecer no comando da empresa até o fim do processo de reestruturação das unidades aeroespacial e de transportes.

“Entendo a preocupação da diretoria, de que eu não esteja aqui no longo prazo para desenvolver e executar estratégias, e a necessidade de readequar a estrutura de administração neste momento”, afirmou Tellier em uma nota.

A Bombardier informou que tinha criado um novo escritório para o presidente da empresa, o qual reunirá responsabilidades estratégicas e executivas em torno do chairman da Bombardier, Laurent Beaudoin, e dos presidentes de seus grupos aeroespacial e o de transportes.

FONTE: Reuters Investor – Reuters Investor – São Paulo/SP

Publicidade