Primeira linha aérea privada unirá ainda este ano Chengdu e Xangai

181

A primeira companhia aérea privada chinesa unirá a cidade de Chengdu, capital da província sudoeste de Sichuan, com Xangai, a capital econômica do país, informou a imprensa local.

Segundo informou o jornal “China Business Times”, todos os preparativos estão em marcha para que os vôos da “Yinglian Airlines” (“Eagle United”) comecem este ano.

A Administração de Aviação Civil da China aprovou “em princípio” no final de 2003, a solicitação da companhia para financiar-se privadamente ao mesmo tempo em que a Administração de Indústria e Comércio aceitava sua denominação.

Segundo a fonte, a rapidez com que começa a operar dependerá do tempo que as autoridades responsáveis levarem para examinar os planos de aquisição de aviões e qualificação de pilotos e formação profissional.

O diário de Xangai “Wen Hui Bao” destacou que a nova linha aérea, financiada aparentemente por uma empresa de tecnologia da informação da província de Cantão, contará a princípio com 5 aviões e um capital inicial de 12,09 milhões de dólares.

Também criará uma empresa subsidiária, cujo nome ainda não foi divulgado.

Segundo a imprensa, a nova companhia se propõe oferecer bilhetes até 20 por cento mais baratos que as demais linhas aéreas chinesas.

As estatísticas indicam que o preço médio de um bilhete representa na China entre 10 e 15% da renda per capita, contra 0,5% nos EUA.

FONTE: Agência EFE – Fernando Valduga – Porto Alegre/RS