Programa ambiental da Lufthansa reduz consumo de combustível

119

Proteção e sustentabilidade ambiental tem sido parte integrante da estratégia corporativa da Lufthansa nas últimas décadas e um dos maiores exemplos é o constante investimento em inovações. Da contínua modernização da frota à proteção de lagos e grous migratórios, a Lufthansa tem sido associada constantemente à questão ambiental. Muitas vezes por ações simples como a reciclagem de jornais alemães usados a bordo para as aulas de língua alemã em escolas do Pacífico Noroeste.

Mas a modernização da frota é, sem dúvida, uma das ações de sustentabilidade da companhia de maior impacto. O consumo total de combustível da Lufthansa foi reduzido em dois terços em comparação a 1970. O Airbus 380, que será introduzido pela companhia em 2009, exerce um papel decisivo nos esforços de longo prazo da empresa para reduzir emissões e preservar o meio ambiente. O consumo de combustível do Airbus 380 será de aproximadamente 70 milhas por galão/passageiro, cerca de 12% a menos do que o consumo de outros jatos de grande porte e menor que os padrões internacionais de emissão.

Além disso, o A380 pode transportar até 40% mais passageiros por vôo e é 30% mais silencioso do que o Boeing 747-400. A Lufthansa encomendou 15 aviões A380 com opção de compra para outros cinco, número superior ao de qualquer outra companhia européia.

É importante ressaltar que, antes mesmo da introdução da nova aeronave, os números são positivos quando o assunto é redução de consumo de combustível. Em 2006, a Lufthansa economizou 27 mil toneladas de combustível com a introdução de novos procedimentos de vôo, tais como voar em velocidades diferentes, aproveitando as direções do vento. Assentos mais leves também permitiram uma economia de 4,7 milhões de litros de combustível por ano. Mais informações em www.lufthansa.com

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade