Republic confirma 11 opções de E-Jets e agora tem 102 pedidos firmes

137

A Embraer recebeu a confirmação de 11 opções para jatos EMBRAER 175 da empresa norte-americana Republic Airways Holdings. As aeronaves serão operadas pela sua subsidiária Shuttle America com a marca da Delta Connection. A primeira entrega está prevista para julho de 2008. O valor do negócio, referido a preços de tabela, é de US$ 341 milhões, baseado nas condições econômicas de janeiro de 2007.

“Estamos honrados, mais uma vez, por fazer parte da expansão da frota da Republic”, disse Mauro Kern, Vice-Presidente Executivo da Embraer para o Mercado de Aviação Comercial. “Este pedido adicional do nosso maior cliente confirma que a proposta da família de E-Jets de oferecer uma aeronave com tamanho adequado para as diferentes necessidades das empresas aéreas atende às demandas do mercado.”

A Republic Airways é a maior operadora de E-Jets no mundo, com uma frota atual de 76 jatos EMBRAER 170 e 25 EMBRAER 175. A carteira de pedidos de E-Jets a receber da empresa totaliza agora 29 ordens firmes e 74 opções. A Shuttle America oferece serviço regular de vôos comerciais desde 1998 e opera atualmente 44 jatos EMBRAER 170, 16 dos quais nas cores da Delta Connection. O EMBRAER 175 da empresa será configurado com 76 assentos – 12 na primeira classe e 64 na econômica.

“Estamos muito satisfeitos em adicionar o EMBRAER 175 à frota da Delta Connection. Nossos clientes gostarão do tamanho e conforto destes jatos”, disse Bryan Bedford, Presidente do Conselho de Administração e CEO da Republic Airways Holdings. “A introdução do primeiro EMBRAER 175 nos permitirá oferecer uma experiência de viagem única aos nossos parceiros.”

O EMBRAER 175 é um dos quatro integrantes da nova família de E-Jets, que entrou em serviço em dezembro de 2004. No final do terceiro trimestre de 2007, a família EMBRAER 170/190 de E-Jets possuía 712 pedidos firmes e 756 opções, totalizando 1.468 aeronaves. Atualmente, a base de clientes dos E-Jets conta com 43 companhias aéreas em mais de 30 países em cinco continentes, acumulando mais de um milhão de horas de vôo.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade