Sindicatos marcam greve geral da Alitalia para 5 de abril

148

Os sindicatos da Alitalia convocaram para 5 de abril a greve geral que, prevista inicialmente para a sexta-feira, foi cancelada ontem como gesto de boa vontade para a empresa e o governo.

Dirigentes das 10 centrais representadas na companhia aérea confirmaram hoje a nova data, depois da reunião de ontem com o novo executivo-chefe da empresa, Marco Zanichelli.

A paralisação é uma medida de pressão no litígio com a direção da empresa, como parte das negociações para a aprovação de um plano de relançamento e diante da ameaça da demissão de 1.488 dos quase 22 mil funcionários.

No encontro de ontem, Zanichelli se comprometeu a consensuar modificações no plano empresarial. O subsecretário da Presidência do Governo, Gianni Letta, por sua vez, enviou uma carta aos sindicatos na qual confirma sua intenção de tomar medidas para a recuperação de todo o setor do transporte aéreo italiano e “onde for necessário, com intervenções de apoio às receitas, a uma melhor posição no cenário internacional e às alianças”.

Por isso, o Executivo convocará os sindicatos e as empresas do setor para uma reunião, ainda sem data, destinada a discutir essas disposições.

Paralelamente, o ministro do Trabalho, Roberto Maroni, recebeu hoje Zanichelli e o presidente da Alitalia, Giuseppe Bonomi, para falar sobre aspectos desse plano industrial e das medidas de apoio do governo.

FONTE: Agência EFE – Fernando Valduga – Porto Alegre/RS

Publicidade