Sky Airline voará regularmente para o Brasil

120

Desde os tempos em que voavam Ladeco e Lan Chile, duas empresas de passageiros chilenas não voam diretamente para o Brasil, competindo entre si. Diferente do caso Lan e Lanex, já que esta última é de propriedade da Lan.

O novo acordo bilateral pemite agora 27 novas frequências por parte de empresas chilenas. A distribuição ficou da seguinte forma: 7 vôos para a Sky Airline, 11 vôos para a Lan/Lanex e 9 vôos para a Lan Chile Cargo.

A Lan tem autorização para operar em outras cidades, além do Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, mas se decidir por aumentar as frequencias nestas cidades, poderá sem restrições.

No entanto, no dia de hoje, a Sky Airline entrou com um pedido de impugnação da licitação realizada para estas frequências, pois a empresa acusa a LAN de estar praticando monopólio da rota brasileira.

A Sky quer evitar que a concorrente opere parte das 11 frequências na rota Santiago – São Paulo – Europa.

O Brasil ganhou outras 35 frequências para o Chile, que poderão ser exploradas pelas empresas Tam, Varig e Gol.

FONTE: Aviação Brasil – Redação – São Paulo/SP

Publicidade