TAM Mercosur comemora 10 anos

209

A TAM Mercosur, subsidiária da TAM com sede no Paraguai, comemora hoje 10 anos de atividade. Criada em 1996, a companhia oferece vôos a partir de Assunção para destinos na Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai. Também opera vôos diretos do Rio de Janeiro e São Paulo para as cidades de Buenos Aires e Assunção, permitindo que os passageiros façam conexões para diversas localidades na América do Sul.

A companhia foi originalmente constituída em março de 1993, com a denominação de Líneas Aéreas Paraguayas S.A. – LAPSA, com a totalidade do seu capital social detido pelo Governo do Paraguai. Em 1º de setembro de 1996, a TAM adquiriu 80% das ações da LAPSA e mudou o nome da empresa para Transportes Aéreos del Mercosur (TAM Mercosur).

Com a mudança do nome da empresa, os aviões passaram a adotar as mesmas cores e padrões da TAM, inclusive com a mesma qualidade de serviço e atendimento. Em setembro de 2003, a TAM incorporou definitivamente a companhia e passou a ter 94,98% das ações. Os 5,02% restantes estão em poder do governo paraguaio.

Atualmente, a TAM Mercosur oferece vôos a partir de Assunção para Ciudad del Este (Paraguai), Buenos Aires (Argentina), Montevidéu (Uruguai), Sta. Cruz de la Sierra e Cochabamba (Bolivia), Santiago (Chile), São Paulo e Rio de Janeiro. Na alta temporada, também realiza vôos especiais para Florianópolis, Punta del Este e outras cidades do continente sul-americano.

A companhia iniciou em julho duas freqüências diárias ligando o aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, às cidades de Assunção e Buenos Aires. O vôo para Assunção faz escala no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. A operação destas freqüências tem o objetivo de atender ao crescimento da demanda dos passageiros que utilizam estas rotas.

A TAM Mercosur ainda mantém acordos de code-share que permitem aos seus passageiros viajar para uma grande diversidade de destinos no mundo. Além da estreita parceria com a TAM Linhas Aéreas, a companhia mantém acordos com a Aerolíneas Argentinas (vôos para Buenos Aires), LanChile (Iquique e Santiago), Pluna (Montevidéu), Grupo TACA e Iberia.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP