TAM adquire mais 37 aviões Airbus

77

A TAM acaba de assinar um Memorando de Entendimento para aquisição de mais 37 aeronaves Airbus. Serão 15 Airbus A319, 16 A320 e seis A330 para entregas até 2010. Esses novos aviões somam-se a outros 29 Airbus A320 de um contrato firme anterior assinado no ano passado para entregas no mesmo período e que contempla ainda mais 20 opções de aeronaves dos mesmos modelos.

Com isso, a TAM amplia seu plano de frota programado até 2010, para atender a crescente demanda do mercado doméstico e a estratégia da companhia de crescimento seletivo com rentabilidade no segmento internacional.

O forte crescimento do mercado doméstico – que de janeiro a maio avançou 21,2%, de acordo com dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) – fez com que a companhia optasse por contratar aviões com maior número de assentos (144 no caso do A319 e 174 do A320) para substituir a atual frota de Fokker-100.

“A decisão está alinhada com nossa proposta de ser companhia de baixos custos operacionais, com serviço diferenciado e preços competitivos. O aumento da densidade de tráfego justifica operarmos com aviões maiores, o que também resultará em menor custo assento quilômetro (CASK)”, afirma o presidente da TAM, Marco Antonio Bologna. A TAM é a maior operadora de Airbus da América Latina, atualmente com 64 aeronaves desse fabricante (41 A320, 13 A319 e 10 A330).

Para o mercado internacional, a TAM já possui dez aeronaves Airbus A330-200 e, com esse novo acordo, vai incorporar outros seis aviões do mesmo modelo, destinados às rotas intercontinentais. Nos vôos de longo curso, a Companhia vai diretamente para Paris (duas freqüências diárias), Miami (três diárias), Nova York (uma diária) e, a partir de 28 de outubro, iniciará linha diária para Londres. Na América do Sul, a TAM passou a utilizar o A330 para Santiago (Chile), atendendo o aumento da demanda, e também o fará para Buenos Aires, a partir de setembro, em uma de suas freqüências diárias para a capital argentina.

A partir do novo acordo, a TAM prevê fechar 2006 com, no mínimo, 96 aeronaves. De janeiro a junho, a empresa incorporou cinco A320 em sua frota, aviões que foram solicitados adicionalmente ao contrato firme assinado anteriormente com a Airbus.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP