TAM amplia oferta de assentos na rota Brasil-Venezuela

187

A rota será operada com Boeings 767, maiores que os Airbus 320 que atualmente realizam o percurso. Um B767 transporta 31,4% mais passageiros que um A320, o que permitirá à companhia aumentar sua capacidade de transporte de 156 para 205 passageiros por voo.

“A substituição representa um aumento expressivo da oferta de assentos, especialmente na classe Executiva, na qual vamos quase triplicar nossa capacidade de atendimento”, afirma Paulo Castello Branco, vice-presidente Comercial e de Planejamento da TAM. “A mudança reforça o compromisso da TAM com a Excelência em Serviços, um dos pilares da atuação da companhia”, diz.

Na Econômica, o número de assentos disponíveis em cada voo vai crescer de 144 para 175. Na Executiva, de 12 para 30.

FONTE: Aviação Brasil – Redação – São Paulo/SP