TAM e Boeing assinam contrato que permitirá expandir a capacitação do Centro Tecnológico

108

A TAM acaba de assinar contrato com a Boeing que permitirá à Companhia ter acesso a todo o conjunto de documentos, normativas e manuais técnicos que orientam a manutenção de componentes e aeronaves da fabricante americana. Esse contrato terá a duração necessária para permitir à TAM conquistar as certificações junto à ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) que tornará o Centro Tecnológico de São Carlos um efetivo provedor de serviço da linha Boeing, ampliando a capacitação do complexo de manutenção.

O Centro Tecnológico já é certificado pelas autoridades brasileira e européia, em todos os níveis, para a manutenção das famílias Airbus e F-100. A partir desse primeiro passo com a Boeing, a assinatura do GTA (General Terms and Agreement), a TAM estenderá sua capacitação para ofertar serviços a outras companhias aéreas que operam com aviões da fabricante americana na América Latina.

O Centro Tecnológico da TAM está instalado em área própria de 4,6 milhões de metros quadrados em São Carlos. Além dos hangares para manutenção, o complexo abriga todas as oficinas com capacidade para revisão de mais de 2 mil componentes aeronáuticos – de pequenas telas de entretenimento a bordo a trens de pouso. No local também está instalado o primeiro centro computadorizado (ATEC serie 6) da América Latina para testes e reparos de componentes eletrônicos de nova geração para aviões da Airbus, e que em breve poderá também receber os computadores dos Boeing 737NG.

O complexo de manutenção está certificado pelo EASA – European Aviation Safety Agency (JAR-145) para checks de aviões e de componentes aeronáuticos. A companhia possui também a certificação da ANAC, a autoridade aeronáutica brasileira, para realizar todas as grandes manutenções programadas (checks C e D) em toda a sua frota composta por aeronaves Airbus e Fokker.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade