TRIP Linhas Aéreas encomenda 12 ATR 72-500

303

A TRIP – Transportes Regionais do Interior Paulista e a ATR fecharam contrato de compra de 12 aeronaves modelo ATR 72-500, sendo sete encomendas firmes mais cinco opções.

O valor do contrato para as encomendas firmes foi de US$ 125 milhões de dolares, informou o CEO da TRIP, José Mário Caprioli dos Santos.

Os sete novos ATR 72-500 possuem interior elegante, inovações tecnológicas e novos itens de comunicação e navegação.
A frota da TRIP está composta hoje por 5 ATR 42-320 e 1 ATR 72-200 e as novas aeronaves irão compor e substituir algumas mais antigas da frota.

Com isso a TRIP se prepara para conquistar mais do que 0,4% de market-share no transporte aéreo brasileiro.

A meta da empresa, que hoje transporta em suas sete aeronaves cerca de 300 mil passageiros por ano (principalmente nas regiões Centro-Oeste e Norte), é crescer de 35% a 40% anualmente até 2009. “A reorganização societária nos deu essa possibilidade financeira” , confirma o presidente da Trip, José Mário Caprioli. Trata-se do maior pedido de aeronaves novas firmadas por uma empresa na América Latina.

Para ele, o crescimento desse setor pode ser a solução para a aviação brasileira, que precisa desafogar os aeroportos centrais. “Queremos ser os grandes alavancadores deste crescimento.” Segundo Caprioli, o mercado regional é mal atendido hoje e representa apenas 2% do market share nacional da aviação. “Vamos apostar nesse potencial do mercado capilar; numa aviação regional mais profissional” , afirma o presidente.

Hoje a Trip é a segunda maior empresa que opera em linhas regionais, caracterizada por atender a demanda de cidades com menor densidade demográfica em aviões de até 70 assentos. “Com esse pedido, esperamos assumir a liderança. A nossa intenção é ter novos roteiros e mais ligações” , explica Caprioli. O foco da empresa, no entanto, continua sendo Centro-Oeste, Paraná e Região Norte, além da ligação de diversas cidades ao Arquipélago de Fernando de Noronha.

A modernização e ampliação da frota da Trip era uma das prioridades de investimento desde que recebeu o novo capital. Outros investimentos serão realizados em tecnologia da informação, estruturas de suporte de peças e no reforço ao capital de giro da empresa, conforme divulgação realizada em novembro.

De imediato, a empresa receberá dois aviões semi-novos adquiridos por leasing. Os outros sete pedidos firmes e cinco opções – em acordo com a ATR – começam a chegar entre final de 2007 até 2009.

“Esse pedido coloca nossa frota em condições estratégicas de penetrar de forma mais agressiva nesse mercado regional” , aposta Caprioli. Os aviões serão configurados com 68 assentos e contarão com a hélice de seis lâminas com baixo nível de ruído e baixa emissão de gases. São equipados com a nova “Elegance Cabin” e contarão com inovações tecnológicas de comunicações e de ferramentas de navegação. É o equipamento turbo-propulsor mais moderno da atualidade.

FONTE: Aviação Brasil – Redação – São Paulo/SP

Publicidade