Tem início a montagem final do primeiro Boeing 787 Dreamliner

199

A montagem final do novíssimo 787 Dreamliner teve início hoje e foi marcada por uma cerimônia realizada em sua unidade de fabricação, em Everett, Washington.

“Hoje, nós iniciamos a montagem final do primeiro avião da nova geração”, disse Scott Strode, vice-presidente de produção do 787 Dreamliner. “O 787 não só revolucionará a viagem aérea, como também representará a nova maneira de construir aviões”, conclui Strode.

Com 568 pedidos firmes, distribuídos entre 44 clientes, o 787 é avião que mais rápido atingiu esta marca na história da aviação comercial. A linha de montagem do 787 foi desenhada para ser enxuta e seus sistema foram desenvolvidos para simplificar a sua finalização.

“O modo como fabricamos o 787 é o resultado de diversas lições que aprendemos construindo os aviões anteriores”, disse Steve Westby, vice-presidente de Monatgem e Qualidade do 787. “Utilizar estruturas compostas no 787 trouxe inúmeras vantagens à montagem. Estamos construindo o avião a partir do agrupamento das peças inteiriças, isto significa que nós temos seis peças maiores que se unirão no processo de montagem final – as partes dianteira, o centro e a traseira da fuselagem, mais as asas, o estabilizador horizontal e o vertical”, acrescenta Westby.

Desde que o 787 está sendo construído a partir de composições maiores e não mais da reunião de pequenas peças, as ferramentas monumentais e tradicionais já não se fazem mais necessárias. Ferramentas portáteis, desenhadas sob concepção ergonômica, movem as composições na linha de montagem. Nenhum guindaste aéreo move a estrutura do avião.

“Estruturas compostas ainda significam menor perda na produção e redução de materiais perigosos utilizados durante o processo de construção”, disse Westby. “Esta é uma boa notícia para o meio-ambiente e para nossa equipe de montadores que está construindo o avião”, conclui o responsável pela montagem e qualidade do 787.

Ainda que o primeiro avião leve por volta de sete semanas para ser finalizado, a equipe de montagem do 787 procura continuamente melhorar o fluxo de tempo e trabalho no chão de fábrica. Em sua finalização, cada 787 deverá percorrer toda a linha de montagem em até três dias.

O primeiro 787 tem seu roll out previsto para oito de julho de 2007.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP