Transbrasil poderá retomar vôos, mas como empresa de carga

106

A Transbrasil anunciou planos de retomar as operações, após retirar um pedido de recuperação judicial, feito no último dia 18. O porta-voz da comapanhia, Carlos Badra, informou que o plano traçado em parceria com o grupo Sinergy, ao qual também pertencia a companhia aérea regional OceanAir, prevê a retomada das operações da empresa no segmento de cargas.

– A concorrência está predatória, ainda não pensamos em transportar passageiros por enquanto. Neste primeiro momento, o nicho continua sendo o transporte de cargas.E O grupo Sinergy tem a intenção de transformar a Transbrasil na maior empresa de cargas da América Latina, o mercado é muito grande. A Transbrasil sempre teve uma imagem boa. Tem sempre gente interessado.

De acordo com as negociações feitas com o grupo Sinergy, Badra acrescentou que o investidor não assumira as dívidas da companhia:

– O passado da Transbrasil está sendo renegociado com os credores, que apóiam a retomada das operações. O Grupo Sinergy entra no negócio garantindo condições de a companhia voltar a operar daí para frente.

Desde que parou de voar, em dezembro de 2001, por falta de pagamento de combustível à BR Distribuidora, a Transbrasil acumula R$ 1 bilhão em dívidas, sendo que a maior parte deste total é devido ao governo e aos funcionários. A empresa, que eixou 1.500 funcionários sem emprego e cem mil passageiros com bilhetes sem garantia de reembolso, chegou a ter um pedido de falência feito pela GE capital, mas que foi suspenso por decisão judicial expedida recentemente. Com o avanço das negociações com os credores e o grupo Sinergy, o pedido de recuperação judicial feito recentemente foi retirado, explicou o porta-voz da empresa.

FONTE: Globo On Line – Globo On Line – São Paulo/SP