UPS lança novos vôos para a China

206

A UPS inaugurou nesta semana o primeiro de 12 novos vôos em aviões MD-11 para Xangai, na China. O serviço será triplicado de seis para 18 vôos semanais, seguindo o expressivo crescimento de 129% do volume de exportações da UPS durante o terceiro trimestre na China.

“Graças a estes vôos nós nos antecipamos à demanda dos clientes com maior acesso à economia que mais cresce no mundo”, declarou David Abney, presidente da UPS International. “A China é, sem dúvida alguma, uma grande oportunidade de negócios e os nossos resultados mostram que os clientes escolhem a UPS pela eficiência e confiabilidade de sua rede mundial.”

De acordo com especialistas em economia e indústria, a China se tornará a segunda maior economia mundial nos próximos 11 anos e a maior em 2039. O país já é o maior mercado do mundo para telefones celulares e importante centro de produção de têxteis, chips de computadores e outros itens de alta tecnologia.

A UPS opera na China desde 1988 e é a única transportadora norte americana de carga a oferecer serviços diários e sem escalas do e para os Estados Unidos e China. Os vôos começaram quando a companhia recebeu os primeiros direitos de aviação para a China, em 2001. As recentes autorizações de acesso aumentarão o serviço da UPS para Xangai para 12 vôos semanais. No próximo ano, a UPS inaugurará os seis vôos remanescentes e oferecerá o primeiro vôo sem escalas do mundo entre os Estados Unidos e Guangzhou, na região do Delta do Rio Pearl.

“Com os vôos adicionais para Xangai e Guangzhou e os nossos planos para estabelecer um terminal em Xangai, a UPS oferecerá aos seus clientes um acesso extraordinário a esta economia que só faz crescer, sete dias por semana”, declarou Abney. “Além disso, a UPS está oferecendo acesso expandido para o comércio intra-asiático, por meio do terminal da companhia nas Filipinas.”

De acordo com as últimas projeções econômicas*, o mercado intra-asiático deve crescer rapidamente nos próximos anos. No último trimestre, a UPS registrou aumento de 29% no volume de exportações na região Ásia – Pacífico.

Para facilitar o crescimento, a UPS lançou, recentemente, seis vôos semanais adicionais entre Hong Kong e o terminal intra-asiático em Clark Field, nas Filipinas. Os clientes da UPS podem se beneficiar com a maior flexibilidade oferecida pelos vôos “duplamente diários” de Hong Kong, via Cingapura, para Clark e o restante da Ásia. Todos os principais países da Ásia estão a apenas quatro horas de vôo do terminal intra-asiático da UPS.

Outro desenvolvimento internacional da UPS foi o aumento da capacidade aérea da UPS na América Latina para Honduras, Nicarágua, El Salvador e Costa Rica. O novo serviço se dá com a inclusão de um Boeing 757 servindo San Pedro Sula, em Honduras, seis dias por semana.

FONTE: Aviação Brasil / UPS – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade