United Airlines pedirá prazo maior de proteção da lei de concordata

235

A companhia aérea americana United Airlines, em concordata, pode pedir às autoridades um prazo adicional de proteção da lei de concordata e falências, afirmou nesta quinta-feira o jornal The Wall Street Journal, citando uma fonte próxima ao caso.

Segundo o jornal econômico, a UAL Corporation, holding da empresa, pode pedir às autoridades um prazo de proteção até o final do verão nos Estados Unidos e também uma prorrogação de 30 a 60 dias do período chamado de exclusividade, durante o qual a empresa poderá realizar sua reestruturação.

proteção deveria durar até 30 de junho, mas o período de exclusividade terminaria no dia 8 de abril, data na qual os credores da companhia poderiam em princípio impor seu próprio programa de reorganização à UAL.

A companhia aérea está sob proteção da Lei de Concordata e Falências desde o dia 9 de dezembro de 2002.

FONTE: AFP – Fernando Valduga – Porto Alegre/RS

Publicidade