United muda política sobre despacho de bagagens

180

A United Airlines anunciou hoje, dia 12 de junho, duas mudanças em sua política de despacho de bagagens nos vôos internos nos Estados Unidos e entre os Estados Unidos e o Canadá. A empresa passará a cobrar US$ 15 por trecho voado para fazer o despacho de uma mala; e a taxa de serviço para o despacho de três ou mais malas, malas com excesso de peso ou itens que requeiram cuidados especiais aumentará de entre US$ 100 e US$ 125 para entre US$ 200 e US$ 250, dependendo do item.

A cobrança se aplica aos passageiros que comprarem suas passagens a partir de amanhã, dia 13 de junho, para viagens dentro dos Estados Unidos; e a partir do dia 18 de agosto para viagens dos Estados Unidos para Canadá, Porto Rico e Ilhas Virgens norte-americanas. A taxa de US$ 15 não se aplica a passageiros voando nas classes United First e United Business ou que tenham status premier na United ou na Star Alliance.

Detalhes sobre a política da United com relação a bagagens podem ser encontrados, em inglês, no endereço united.com/baggage.

O vice-presidente executivo e principal encarregado de operações da empresa (COO), John Tague, explicou que os aumentos sem precedentes nos preços dos combustíveis levam a United a buscar novas fontes de receita, sem deixar de oferecer tarifas competitivas. Assim, procura adequar seus produtos e serviços ao que realmente os clientes desejam e ao que estão dispostos a pagar.

A United calcula que a nova taxa de serviço de US$ 15 se aplicará a um terço de seus passageiros. A receita potencial do serviço de despacho de bagagens, incluindo a primeira e a segunda mala, é de cerca de US$ 275 milhões por ano.

A cobrança da taxa de US$ 25 pelo despacho de uma segunda mala continua a se aplicar a clientes que adquirem passagens na classe econômica para viagens dentro dos 50 Estados norte-americanos, Porto Rico, Ilhas Virgens norte-americanas e Canadá e que não tenham status premier no plano Mileage Plus ou na Star Alliance.

Em itinerários que incluam vôos internacionais, com exceção dos serviços entre Estados Unidos e Canadá, o despacho de duas malas continuará a ser gratuito. Os preços para despacho de mais do que duas malas, malas com excesso de peso ou itens exigindo cuidados especiais varia de acordo com o destino.

Os clientes podem pagar esses serviços com cartões de crédito nos quiosques Easy Check-in dos aeroportos, e nos balcões de check-in com cartões de crédito, cheques ou dinheiro. A United espera pôr em funcionamento ainda este ano um sistema que permitirá o pagamento pela internet, quando o cliente optar por fazer o check-in online.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade