VEM recebe certificação do FAA para manutenção da frota de Airbus

229

A VEM – VARIG Engenharia e Manutenção S/A – recebeu da FAA, importante agência de aviação civil norte-americana e reconhecida no mundo pelo rigor das suas exigências, a Certificação para prestar serviços de manutenção pesada de aviões da frota Airbus.
Foram duas semanas de intensa e detalhada inspeção nos métodos e processos, ferramental, no nível de treinamento técnico e instalações da empresa. Esta certificação já abriu as portas do mercado mundial de manutenção da frota Airbus
para a VEM, que fechou contrato com a empresa americana Express.net para fazer o Check D (manutenção geral) num Airbus A300B4-200. O avião acaba de chegar ao hangar da VEM – o maior da América Latina – e vai garantir para o país o ingresso de receitas e divisas na ordem de U$ 1 milhão de dólares.

As duas empresas ainda negociam serviços em mais quatro aviões da companhia americana. A VEM também se prepara para ingressar na concorrência da manutenção do novo Airbus Corporate Jet que foi adquirido pela FAB para servir a Presidência da República. Com experiência neste tipo de atendimento, a empresa faz a manutenção da frota Boeing GTE-FAB desde que os aviões foram adquiridos para servir a presidência.
E presta serviços também de manutenção e engenharia aeronáutica em todos aviões da VARIG, de outras nacionais, e mais de uma centena de companhias das Américas do Sul,
Norte, Europa, África e Ásia.

A VEM detém de longa data outros certificados da FAA. Por isso, os investimentos para a obtenção desta Certificação para Airbus foram mínimos, envolvendo, basicamente, ferramental específico e treinamento no Brasil e no fabricante. Para
tornar-se um Centro de Serviços Airbus, firmou-se um contrato de cooperação técnica com a fabricante francesa de aviões, que estabeleceu o acesso a manuais e desenhos técnicos, suporte técnico, ferramentas, componentes, treinamento e peças de reposição. Pelo contrato a VEM fica conectada aos computadores da Airbus on-line,
com acesso real e a tempo a todas as informações de que precisar.

A Certificação representa um retorno da manutenção dos técnicos da VEM nas aeronaves
Airbus que, no passado, fizeram parte da frota da VARIG. A empresa é homologada também para serviços em aeronaves e em toda a linha de componentes da Embraer, Boeing, e para diversos fabricantes, como Gulfstream, ATR, Fokker, Honeywell, United Technologies, Goodrich, dentre outros. Atuando também na aviação corporativa, a VEM opera um completo centro de atendimento no Aeroporto de Congonhas. No segmento de
aviação militar os serviços são efetuados para forças aéreas sul-americanas e, em especial, para a Aeronáutica, Marinha e Exército do Brasil.

A introdução da linha Airbus em seu portfólio possibilitará o aumento significativo do seu potencial de faturamento, já que em poucos anos o mercado global de aeronaves de grande porte será dividido entre este fabricante europeu e a Boeing.

Com a indústria do transporte aéreo comercial retomando o crescimento, a indústria de manutenção aeronáutica acompanhará essa trajetória. O crescimento positivo é previsto já nos próximos anos, especialmente na América Latina que avança a taxas superiores às registradas nos demais continentes, sendo forte a presença de
aeronaves Airbus.

A demanda por manutenção na América Latina deverá crescer 88% nos próximos dez anos,
somente no segmento de manutenção da aviação comercial, atingindo cerca de 10% de um
mercado mundial superior a US$ 40 bilhões de dólares anuais. A VEM fechou 2003 com um faturamento de cerca de RS$ 450 milhões e, mesmo com toda a dificuldade do setor de aviação, espera superar essa marca no final deste ano.

A homologação para Airbus é parte de um processo de desenvolvimento e crescimento da
VEM para ocupar uma parcela significativa do mercado mundial de serviços de manutenção aeronáutica. Os investimentos realizados com capital próprio, que possibilitaram a criação de um grande centro de conversão de aeronaves de grande porte em Porto Alegre e atualização tecnológica em diversas outras oficinas, geraram
centenas de novos empregos. A empresa também teve enquadrado pelo BNDES um pedido de
financiamento que vai permitir, nos próximos cinco anos, duplicar sua capacidade operacional com a construção de mais hangares e oficinas no Rio de Janeiro e em Porto Alegre.

Toda essa expansão levará ao aumento de cerca de 2 mil empregos diretos e indiretos,
colaborando com a necessária geração de empregos no país. Com isso, a VEM que hoje já se posiciona entre as 10 maiores empresas no mundo no seu ramos, terá consolidada a sua presença no mercado mundial. Apesar da crise no mercado de aviação brasileira, a VEM graças a sua atuação voltada para a prestação de serviços para o mercado externo, conseguiu reter empregos e continuar crescendo.

FONTE: Aviação Brasil / VEM – Assessoria de Imprensa – Rio de Janeiro/RJ

Publicidade