Varig deixa de voar para EUA e parte da Europa

138

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) anunciou um plano de emergência para suprir as 18 rotas da Varig proibidas de funcionar pela Corte de Falências de Nova York. Entre as rotas proibidas pela Justiça americana estão Madri, Assunção, Los Angeles, Nova York e Munique.

Apesar da determinação para a interrupção das 18 rotas, entre as quais nacionais e internacionais, a Justiça norte-americana decidiu não pedir o arresto de nenhuma aeronave, por enquanto.

O plano da Anac prevê que os passageiros da Varig sejam realocados em vôos da Gol e TAM nos países onde essas companhias operam.

O caso das rotas internacionais é o mais preocupante, já que no Brasil a ajuda de outras companhias nacionais já resolve o problema. A Varig já entrou em acordo com a companhia aérea Lufthansa para atender seus passageiros, tendo em vista o grande número de brasileiros que estão na cidade alemã devido à Copa do Mundo.

O plano da Anac tem duração prevista até sexta-feira, quando termina o prazo de 72 horas para que a NV Participações, compradora da Varig, efetue o depósito de US$ 75 milhões.

FONTE: Investnews Online – Lorenna Rodrigues – São Paulo/SP

Publicidade