Varig pode ir novamente a leilão no dia 11

147

A Justiça do Rio recebeu hoje detalhamentos “convincentes” de que a proposta de compra da Varig pela VarigLog está em consonância com a Lei. A avaliação do documento pelo Judiciário, no entanto, sairá na próxima semana. Segundo o juiz Luiz Roberto Ayoub, da 8ª Vara Empresarial do Rio, os investidores garantiram algum fluxo para o Aerus (Fundo de Pensão da Varig – previdência complementar) e para o programa de milhagem Smiles.

“Eles também se comprometeram a assumir os bilhetes aéreos já adquiridos, deixando o juiz mais confortável para julgá-lo”, afirmou.

O próximo passo, de acordo com Ayoub, será a realização de uma nova assembléia de credores, para que estes tomem conhecimento dos detalhes da oferta, já que ela é diferente do modelo aprovado para a venda dos ativos da Varig. Ele não definiu data, mas disse que há a possibilidade da reunião acontecer na próxima semana.

O juiz comentou ainda que o Ministério Público já deu parecer favorável à realização da nova arrematação. A consultoria Deloitte, porém, não enviou ainda a sua análise sobre o assunto, mas informalmente, manifestou-se conforme o MP.

“Conforme as explicações dadas hoje pelos investidores, estamos mais seguros de que uma solução viável aconteça rapidamente”, completou Ayoub.

Neste final de semana, os envolvidos na negociação da venda da Varig irão elaborar o possível edital de convocação da nova assembléia de credores.

“A expectativa é que ela seja realizada no próximo dia 10 de julho, e o leilão no dia 11”, disse o juiz Paulo Roberto Fragoso, que também integra a equipe de magistrados que atuam no processo de recuperação judicial da empresa.

A VarigLog se comprometeu a depositar um valor de até R$ 20 milhões para a realização de uma nova praça pública.

FONTE: JB Online – Redação – São Paulo/SP