Virgin Blue encomenda seis Boeing 777-300ER

208

Boeing e Virgin Blue Holdings confirmaram hoje que a companhia com sede em Brisbane, capital de Queensland, encomendou seis jatos Boeing 777-300ERs (Extended Range), com opção por mais seis, e solicitou o leasing de um 777-300ER adicional. Os novos aviões ajudarão a Virgin Blue a estabelecer-se como linha aérea capaz de oferecer viagens de longo-alcance, fornecendo o serviço da Austrália aos Estados Unidos, entre outros destinos.

Os seis aviões encomendados estão avaliados em US$1,5 bilhão na lista de preços. Atualmente, a Virgin Blue opera uma frota composta exclusivamente por 53 Boeing 737s de Nova Geração.

A Boeing ainda declarou que a Virgin Blue exerceu sua opção por mais cinco 737-800s atribuídos a um cliente não identificado na página de Encomendas e Entregas no website da Boeing no final de 2006. Estes aviões estão avaliados em US$350 milhões.

“Nós tivemos muito sucesso com a Nova Geração do 737 e realizamos uma pesquisa estensa para selecionar o melhor tipo de aeronave para viagens de longo-alcance. O 777-300ER tem provado sua liderança em economia e confiabilidade e estes traços foram cruciais em nosso momento de mudança na construção de um novo produto internacional”, diz Brett Godfrey, CEO da Virgin Blue. “O 777 tem uma reputação inquestionável e todos conhecem sua cabine espaçosa e o alto nível de conforto para os passageiros. Estamos confiantes que esta é a melhor aeronave para a nossa linha aérea”, conclui o executivo.

Recentemente, durante o anúncio de seu resultado parcial do semestre, a Virgin Blue afirmou que a operação de longo-alcance começará com uma rede limitada no início, com especial foco nos Estados Unidos, usando o modelo de negócios similar ao que atualmente já é praticado. A companhia noticiou que o processo de regulamentação já está em andamento.

“Este pedido impulsiona nosso relacionamento com a Virgin Blue para um novo nível,” declara Craig Saddler, presidente da Boeing na Austrália. “Nós estivemos juntos com a Virgin Blue desde o início de suas operações, em agosto de 2000, e estaremos ao lado da Virgin sempre que a companhia iniciar uma numa nova fase de crescimento e inovação. Estes novos 777-300ERs estabelecerão o diferencial da viagem de longo-alcance e tornarão a companhia líder neste segmento. Nós também estamos felizes em continuar entregando 737s para apoiar a Virgin Blue no mercado nacional”, conclui Saddler.

A família de aviões 777 é popular entre passageiros. As linhas aéreas a escolhem pela alta credibilidade e economia de combustível que o motor, com design duplo, oferece. Tudo isso ao menor custo e com o conforto do maior espaço interno. O 777-300ER transporta 365 passageiros a 7.880 milhas náuticas (14.594 quilômetros).

Desde que entrou em operação em 2004, a eficiência no consumo de combustível do 777-300ER melhorou 3,6% graças a combinação de melhor queima de combustível e benfeitorias no avião. Adicionalmente, a escala do 777-300ER foi acrescida em mais 630 milhas náuticas desde de entrou em serviço.

Com esta encomenda, 49 linhas aéreas já têm 924 Boeing 777s. O modelo é líder no segmento de 300 a 400 assentos, reunindo mais de 65% do mercado. A Boeing continua aumentando a família do 777 com a recente introdução de dois modelos de longo-alcance – o 777-300ER e o 777-200LR, além de um modelo de cargueiro ainda em desenvolvimento.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade