O Aeroporto de Araguaína, no Tocantins, foi inaugurado em 1979 e possui uma pista com 1.802 metros de extensão. Desde 2006 é administrado pela ESAERO – Serviços Aeroportuários.

No ano 2000 as empresas Nordeste e Rio Sul realizavam voos com destino a Brasília que, a partir de 2001 passou a ser exclusivo da Nordeste até o ano de 2003. Em 2004 a Rio Sul estabeleceu voos com destinos a Belo Horizonte (Pampulha) e Brasília, e a Total iniciava suas operações com foco em Brasília e Parauapebas.

Nordeste - PT-MNAEm 2005, com o fim das operações da Nordeste, a Total Linhas Aéreas assumiu as operações com exclusividade. Em 2006 chegou a realizar alguns voos com destino a Uberlândia, em Minas Gerais. Em 2007 recebeu fretamentos da BRA para Belo Horizonte (Confins), Brasília, Campinas, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Goiânia, Palmas, Porto Alegre, Rio de Janeiro (Galeão), São Paulo (Congonhas e Guarulhos), além de voos da Sete.

Total - PR-TTCEm 2008 uma nova mudança! A saída da Total abriu concorrência entre as empresas OceanAir e TRIP, na rota de Brasília, e operações exclusivas da TRIP para Parauapebas, Tucuruí, Uberaba e Uberlândia, e da OceanAir para Palmas. Em 2009 a OceanAir deixou de operar no aeroporto e mais uma vez uma única empresa realizava os voos no terminal, a TRIP. Em 2010 a Sete volta a operar com voos para Altamira, Belém, Goiânia, Marabá e Palmas. A novidade de 2011 foi o ingresso da Passaredo no aeroporto, com voos para Goiânia. No ano seguinte a Passaredo começa a servir também Brasília, concorrendo com a TRIP e a Sete.

O ano de 2013 marcou o início das operações da Azul Linhas Aéreas no aeroporto com voos para Brasília e Palmas. Com a integração da TRIP pela Azul em 2014, a companhia já despontava como a principal aérea operando em Araguaína e assim foi até o final de 2015.

Em 2016 somente a Passaredo manteve voos no aeroporto, servindo destinos como Brasília, Goiânia, Palmas, Ribeirão Preto e São Paulo (Guarulhos). Em 2017 deixou de operar para Brasília e foi a primeira vez desde o ano 2000 que Araguaína não tinha mais voos diretos para a capital federal. Até 30 de junho de 2018 não houveram mais alterações em destinos e empresas que operam no aeródromo.

Passageiros Transportados em Araguaína no período de 2000 a 2017 por voos regulares e não regulares de companhias aéreas.
ANOOrigem%Destino% Total%
201716,590-30.83%16,623-28.06%33,213-29.47%
201623,983-46.52%23,108-46.91%47,091-46.71%
201544,84324.43%43,52821.09%88,37122.76%
201436,03928.56%35,94625.95%71,98527.24%
201328,032296.55%28,541301.76%56,573299.16%
20127,069-74.23%7,104-74.66%14,173-74.45%
201127,42796.40%28,03490.47%55,46193.36%
201013,965-18.30%14,718-29.40%28,683-24.40%
200917,093-27.22%20,848-27.94%37,941-27.62%
200823,48611.69%28,93233.28%52,41822.66%
200721,02812.01%21,707342.37%42,73580.47%
200618,77315.75%4,907-28.14%23,6802.74%
200516,21943.28%6,829-34.39%23,0486.07%
200411,32059.39%10,40932.72%21,72945.39%
20037,1028.25%7,84317.87%14,94513.09%
20026,561-13.32%6,654-6.83%13,215-10.17%
20017,56917.08%7,14211.77%14,71114.44%
20006,4656,39012,855
Publicidade