Aeroporto de Belém/Júlio César

2597

O Aeroporto Júlio Cesar teve a sua origem em 1936 no chamado Campo de Souza, em terras adquiridas pelo então Ministério da Guerra. No local, foi instalado o núcleo do 7º Regimento de Aviação. Em 1937, foi fundado o Aeroclube do Pará, destinado à formação de pilotos civis, que passou a utilizar também esse campo de aviação.

Com a criação do Ministério da Aeronáutica, em 1941, foi instalado na área do Campo de Souza, em 1945, o Parque de Material Aeronáutico de Belém.

Passados 31 anos de uso militar, somente em agosto de 1976 o aeródromo foi homologado e aberto ao tráfego aéreo de uso público, com a denominação de Aeroporto Júlio Cesar. O aeroporto passou então a ser explorado comercialmente, sob a jurisdição do Departamento de Aviação Civil.

Em 1980, a administração do Aeroporto Júlio Cesar passou para a Infraero, ficando a sua infra-estrutura de navegação aérea a cargo da TASA, ambas então vinculadas ao Ministério da Aeronáutica.

Com a absorção da TASA pela Infraero em 1996, os órgãos da navegação aérea passaram a ser subordinados a esta.

Sítio Aeroportuário
Área:     2.840.990,76 m²
Pátio das Aeronaves
Área:     20.500 m²
Pista
Dimensões(m):     1.500 x 30
Terminal de Passageiros
Capacidade/Ano:
Área(m²):     475
Estacionamento
Capacidade:     40 vagas
Estacionamento de Aeronaves
Nº de Posições:     32 posições

Av. Senador Lemos s/nº
Belém – PA
CEP: 66120-970
PABX:(91) 3233-3986
FAX:(91) 3244-1577 / 3233-2720
Distância do Centro: 05 km

Fonte: Infraero

Publicidade