Aeroporto de Ilhéus/Jorge Amado

5739
Foto: Infraero

Em 1981, quando a Infraero assumiu a administração de Aeroporto de Ilhéus, este operava com apenas quatro voos regulares e um número pequeno de aviões de segundo nível. Nesta época, o aeroporto contava com seis voos diários de porte médio, além dos voos charters nos finais de semana.

Amanhã, 19 de maio, o aeroporto completa 79 anos de operações. O terminal é uma das principais entradas para destinos turísticos litorâneos da Bahia, como Itacaré, Barra Grande, Canavieiras, Ilha de Comandatuba e Itabuna.

Inserido na zona urbana da cidade, o terminal está localizado a três quilômetros do centro. Com capacidade para atender a 700 mil passageiros por ano, em 2016 foram registrados 576.965 embarques e desembarques no aeroporto, que conta com um terminal de passageiros com 3.400 m².

O nome do aeródromo é uma homenagem ao consagrado escritor baiano Jorge Amado, falecido em agosto de 2001, que ambientou na cidade famosos romances como “Gabriela, Cravo e Canela”, “Terras do Sem Fim” e “Cacau”, em alusão ao fruto típico da região. Há, inclusive, um busto do autor, feito em bronze, na entrada do terminal.

Atualmente, o terminal conta com voos para Salvador (BA), Brasília (DF), Confins (MG), Campinas e Congonhas (SP) por meio de quatro companhias aéreas – Azul, Gol, Latam e Avianca. Os passageiros também dispõem de serviços bancários, estabelecimentos de alimentação, lojas de artigos de artesanato.

Fonte: Infraero (editado por Aviação Brasil)

Publicidade