Aeroporto de Manchester, um exemplo a ser seguido

587

image003 image002

Considerado o terceiro mais movimentado do Reino Unido, o Aeroporto de Manchester substituiu parte da iluminação composta por lâmpadas fluorescentes tubulares por 1,2km da fita de LED Linearlight Power Flex, gerando uma economia acima de 250.000 kWh/ano

Visando atingir as metas de energia autoimpostas pela administração do aeroporto, a Osram, multinacional alemã especializada em iluminação, forneceu soluções de LED para substituir as lâmpadas fluorescentes tubulares nas áreas de chegadas e partidas do Terminal 2. A atualização do sistema de iluminação, levou quatro meses para ser concluída e proporcionou uma redução de 40% no consumo energético e está impressionando pelo design e durabilidade.

De acordo com o Técnico em Projetos do aeroporto, Jonathan Beswick, a segunda fase do trabalho está sendo planejada, com o intuito de implantar o sistema de controle de iluminação DALI habilitado T2, para otimizar ainda mais o uso de iluminação em uma ampla variedade de condições. “Nossa intenção é gerar uma economia de energia adicional de 100.000 kWh, além dos 250.000 kWh fornecidos pelo sistema já instalado”.

Publicidade