Aeroporto de Viracopos assina contrato de financiamento com o BNDES

1787
Divulgação: Aeroportos Brasil Viracopos
Divulgação: Aeroportos Brasil Viracopos

A Concessionária Aeroportos Brasil Viracopos e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) assinaram um contrato de financiamento de longo prazo no valor de R$ 1,5 bilhão para as obras do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP).

A participação do Banco corresponderá a 62,6% do investimento de R$ 1,5 bilhão. Além deste valor, mais R$ 300 milhões serão captados pela Concessionária em debêntures de infraestrutura (títulos de crédito), totalizando um pacote de financiamento de R$ 1,8 bilhão. Estas debêntures serão do tipo simples (não conversíveis em ações).

Em dezembro de 2012, a empresa Aeroportos Brasil-Viracopos já havia recebido do BNDES empréstimo-ponte de R$ 1,2 bilhão, aproximadamente. Este financiamento será pago quando do primeiro desembolso do empréstimo que acaba de ser aprovado.

A Concessionária Aeroportos Brasil Viracopos é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) que tem como sócios a Infraero, com 49% do capital total, e a Aeroportos Brasil S/A, com 51%. A Aeroportos Brasil é controlada por UTC Participações, Triunfo Participações e Investimentos S.A. e pela empresa aeroportuária internacional Egis Airport Operation, que opera 13 aeroportos no mundo, sem contar Viracopos.

Com os recursos do BNDES, a Concessionária realiza investimentos na ampliação e modernização do aeroporto. Entre as obras já iniciadas está a construção de novo terminal de passageiros, com 145 mil m², ampliando a capacidade para atender cerca de 22 milhões de passageiros por ano. Os recursos também estão sendo usados para a construção do edifício-garagem com capacidade para 4.000 veículos, outra estrada de acesso ao aeroporto e aproximadamente 400 mil m² de pátios de aeronaves e taxiways (faixas de pistas nas quais as aeronaves podem taxiar).

O aeroporto atende hoje, com 28 mil m² do atual terminal, cerca de 9,3 milhões de passageiros por ano. O TECA (Terminal de Cargas) de Viracopos é o maior da América Latina em volume de importação.

Também estão previstos investimentos sociais no valor de R$ 7,4 milhões. Estes recursos serão direcionados à população da RMC (Região Metropolitana de Campinas), composta por 19 cidades.