Aeroporto Internacional de João Pessoa (Castro Pinto)

5635
Foto: Divulgação Infraero

O Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, em João Pessoa, completou 60 anos de operações neste último domingo , dia 20 de agosto. Com capacidade para receber 2,3 milhões de passageiros por ano, o terminal paraibano registrou 1,4 milhão de embarques e desembarques em 2016.

Em 1º de julho de 2017, o aeroporto de João Pessoa registrou seu primeiro voo internacional em 16 anos: a Gol Linhas Aéreas passou a ofertar um voo semanal que liga a capital paraibana a Buenos Aires, capital da Argentina. Para o superintendente Roberto Germano de Souza Araujo, o novo destino deverá aumentar o turismo na região. “Sempre nos meses de janeiro julho e dezembro temos o maior movimento do terminal, com movimentações superiores a 130 mil passageiros. Esperamos que nossos vizinhos latinos venham nos visitar no verão”, observa.

Atualmente, o aeroporto conta com voos para Buenos Aires, capital da Argentina, Campinas e Guarulhos (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Recife (PE) e Brasília (DF).

O terminal recebeu, entre 2016 e 2017, investimento em melhorias, como a instalação de cobertura no estacionamento dos equipamentos e viaturas operacionais da Infraero, nova Torre de Controle.

Foi retomada no início de novembro de 2017 a obra de instalação das novas esteiras da sala de desembarque e da nova área de check-in do terminal de passageiros. O contrato havia sido suspenso em março de 2015, aguardando alocação de recursos para a execução dos trabalhos.

As três esteiras de restituição de bagagem atualmente instaladas na sala de desembarque – duas no setor doméstico e uma no internacional – serão substituídas por equipamentos mais modernos e mais largos, o que facilitará o processo de retirada das malas. Já a nova área de check-in, que contará com 10 novos balcões, receberá conjuntos de esteiras e balanças para o despacho das bagagens. Com a operacionalização dessa nova área, o Aeroporto de João Pessoa contará com 28 balcões de check-in, aumentando a capacidade de atendimento de passageiros. O valor do contrato é de R$ 1,3 milhão, e o prazo de conclusão é de 90 dias.

Publicidade