Aeroporto Internacional de São Paulo (GRU Airport)

18032

Em 20 de janeiro de 2018 o Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos completará 33 anos de operações. A Infraero, administrou o aeroporto desde sua inauguração, em 20/01/1985, até 6 de fevereiro de 2012, quando o consórcio formado pelas empresas Invepar (Investimentos e Participações em Infraestrutura S.A.) e ACSA (Airports Company South Africa) foi anunciado o vencedor do leilão de concessão do Aeroporto Internacional de Guarulhos, e passou a administrá-lo.

Com a assinatura do contrato foi formada a Concessionária do Aeroporto Internacional de Guarulhos S.A., com 51% das ações pertencentes à Grupar (grupo Invepar e ACSA) e 49%, à Infraero. Dos 51% da iniciativa privada, a Invepar tem participação de 80% e a ACSA, de 20%.

Vejam os números operacionais do aeroporto, atualizados pelo Portal Aviação Brasil.

Formatados os números de janeiro a setembro de 2017, o Portal Aviação Brasil conseguiu realizar uma grande mineração dos dados do setor aéreo brasileiro, em todos os aspectos. Conseguimos números de concorrência, resultados de rotas, rotas por países, melhores rotas por companhias aéreas, desempenho de aeroportos, market-share das aéreas por aeroportos e muito mais.

Analisando os aeroportos brasileiros, inclusive os administrados pelas concessionárias, foi surpreendente alguns números e resultados de Guarulhos que compartilhamos com nossos leitores a partir de agora.

Em todos os aeroportos brasileiros foram embarcados até 30 de setembro último um total de 76.221.171 passageiros sendo 68.101.900 passageiros em voos domésticos e 8.119.271 passageiros em voos internacionais.

Desse universo, somente no GRU Airport, foram embarcados 13.805.068 passageiros (18,11% do total), dos quais 8.569.497 (12,58% do total) passageiros em voos domésticos e 5.235.571 passageiros em voos internacionais (64,48% do total).

A Latam Brasil lidera os embarques domésticos em Guarulhos com 36,12%, seguida pela Gol com 34,48%, Avianca Brasil com 20,04%, Azul com 8,39% e a Passaredo com 0,97%.

A principal rota doméstica que parte de Guarulhos é para Porto Alegre, onde até setembro embarcaram 692.510 passageiros, o que representa 8,08% do total. Recife, Salvador, Curitiba, Fortaleza e Belo Horizonte (Confins), completam a lista dos seis maiores destinos domésticos até o momento.

Considerando somente as empresas nacionais, em embarques internacionais, a Latam Brasil lidera com 78,19%, seguida pela Gol com 19,95% e Avianca Brasil com 1,86%.

Quando computamos as empresas estrangeiras os números da Latam Brasil caem para 32,86%, seguida pela Gol com 8,38%, American Airlines com 6,15%, United Airlines com 4,02%, Delta Airlines com 3,96%, Copa Airlines com 3,87%, e uma lista de outras empresas que totalizam 100% no total, somente para citar as principais.

As principais rotas internacionais que partem de Guarulhos são com destino a Santiago (Chile), Buenos Aires/Aeroparque (Argentina), Miami (EUA), Madrid (Espanha), Paris (França) e Buenos Aires/Ezeiza (Argentina), seguida por uma lista de outros 52 destinos até aqui que tiveram voos que decolaram de Guarulhos.

Vejam os números..

Embarque de Passageiros Domésticos (Janeiro a Setembro de 2017)

Fonte: www,aviacaobrasil.com.br

Desembarque de Passageiros Domésticos (Janeiro a Setembro de 2017)

Fonte: www.aviacaobrasil.com.br

Embarque de Passageiros Internacionais (Janeiro a Setembro de 2017)

Fonte: www.aviacaobrasil.com.br

Desembarque de Passageiros Internacionais (Janeiro a Setembro de 2017)

Fonte: www.aviacaobrasil.com.br

Um pouco mais de história…

Ganhando dimensões a cada dia maiores, foi inaugurado em maio de 2013, o edifício-garagem, ao lado do Terminal 3 que possui 8 andares, 84 mil metros m² de área construída e capacidade para 2.644 veículos. A praticidade e agilidade são garantidas por um moderno sistema de gestão de vagas, sem contar os caixas automáticos para pagamento e painéis de informação de voos, além do serviço de manobrista 24 horas.

Desde o início da concessão, o GRU Airport passou por uma reformulação das áreas de estacionamento que resultaram na duplicação do número de vagas: o aeroporto passou de 3,9 mil vagas no período pré-concessão para 8 mil atuais.

Em 2/12/2015 o GRU Airport realizou a mudança na numeração de seus terminais, visando estabelecer uma sequência lógica entre eles e, com isso, facilitar a orientação dos passageiros. Com a renumeração, o antigo Terminal 4 passou a ser 1 e os Terminais 1 e 2 foram unificados e passaram a ser o atual Terminal 2. O Terminal 3 manteve sua numeração.

A nova nomenclatura consistiu também na renumeração dos portões de embarque e check-ins, mudança que aconteceu em 17/11/2015. Assim, o Terminal 1, por exemplo, passou a ter portões com numeração a partir de 100. O Terminal 2, a partir de 200, e o Terminal 3, de 300. A mesma numeração vale para as esteiras de restituição de bagagens dos seus respectivos terminais.

Já a identificação dos check-ins por terminal ficaram desta forma: check-in “A” no Terminal 1, check-ins “B”, “C”, “D” e “E” no Terminal 2 e check-ins “F”, “G” e “H” no Terminal 3.

Terminais 1 e 2 (ex T4, T1 e T2)

sbgr_tma1_002

Terminal 3

GRU TPS 3 (4)

Pátio e Pistas

Para atender aos voos internacionais do Terminal 3, foram construídos dois pátios de aeronaves. Juntos, eles possuem capacidade para 34 aeronaves, sendo 20 com pontes de embarque.

Desde que a Concessionária assumiu a gestão do aeroporto, o número de vagas de aeronaves aumentou de 80 posições no período pré-concessão para 124 atuais.Além disso, foi instalado um moderno sistema de estacionamento automático de aeronaves – VGDS ( Visual Docking Guidance System ), que trouxe maior segurança e eficiência às manobras de estacionamento das aeronaves.

Em fevereiro de 2014, foi autorizada a operação da nova pista de taxiamento. A pista aumenta consideravelmente a eficiência operacional do aeroporto, na medida em que reduz o tempo de movimentação das aeronaves em solo.

Desde agosto de 2015 o aeroporto passou a operar com sistema de aproximação de aeronaves por instrumentos CAT IIIA, que possibilita o pouso das aeronaves em condições de até 200 metros de visibilidade.

Para operação neste sistema, além do aeroporto, as aeronaves precisam estar equipadas e os pilotos treinados e certificados para operar o CAT IIIA.

Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos) - Passageiros Anuais

Passageiros Transportados de 2003 a Setembro de 2017
AnoPass. DomésticoVariaçãoPass. InternacionaisVariaçãoTotal Pass.Total Variação Pass.Qtde. Aeronaves
201717.315.56710.308.81327.624.380
201623.101.826-8,92%13.494.500-0,92%36.596.326-6,13%
201525.365.000-2,28%13.620.0000,29%38.985.000-1,40%
201425.956.00010,74%13.581.0008,44%39.537.0009,94%304.586
201323.438.00014,81%12.524.0001,30%35.962.0009,72%284.184
201220.414.6319,46%12.362.6998,89%32.777.3309,25%273.884
201118.650.23113,24%11.353.1979,39%30.003.42811,75%270.600
201016.470.15224,13%10.379.03322,69%26.849.18523,57%250.493
200913.268.11914,86%8.459.530-4,30%21.727.6496,50%209.636
200811.551.51411,64%8.841.6514,60%20.393.1658,50%194.186
200710.346.74237,07%8.448.8542,90%18.795.59619,30%187.960
20067.548.5834,02%8.210.598-4,30%15.759.181-0,50%154.948
20057.257.19627,68%8.577.60116,60%15.834.79721,40%154.339
20045.683.87722,16%7.356.3166,20%13.040.19312,60%149.497
20034.652.6766.928.35811.581.034139.038

Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos) - Carga Aérea Anual

AnoCarga Transp.(Kg)VariaçãoQtde. AeronavesMédia Carga/AeronavesVariação
2003418.927.438139.0383.013
2004435.593.6734,00%149.4972.914-3,30%
2005470.944.2008,10%154.3393.0514,70%
2006419.848.126-10,80%154.9482.710-11,20%
2007488.485.0001,00%187.9602.257-16,70%
2008475.209.000-0,50%194.1862.173-3,70%
2009382.723.000-16,60%209.6361.678-22,80%
2010430.850.00012,57%250.4931.7202,50%
2011511.484.00018,72%270.6001.8909,89%
2012400.205.191-21,76%273.8841.461-22,69%
2013343.785.000-14,10%284.1841.210-17,21%
2014339.828.000-1,15%304.5861.116-7,77%
20150196.1960
Carga Transportada de 2003 a 2015 (Agosto)

Fonte: Infraero e GRU Airport (editado por Aviação Brasil)

Comments are closed.