A Air Canada iniciou seus voos em 1937 como Trans Canada Airlines. O primeiro voo foi entre Vancouver e Seattle, nos Estados Unidos, utilizando um Lockheed 10A. Em 1938 iniciou voos regulares para a Escócia com um Avro Lancaster convertido. As rotas para a Alemanha tiveram início logo após a II Guerra Mundial, assim como para outras cidades europeias. Aeronaves como o Douglas DC-3, Lockhhed Constelations, Lockheed Super Constelations (L1049), Canadair North Stars, Bristol 170 cargueiro e Vickers Viscount, estes em meados dos anos 50, fizeram parte de sua frota. No início de 1960 os Vickers Vanguard chegaram a frota.

Em abril de 1960 o Douglas DC-8 foi o primeiro jato a fazer parte da frota da empresa e vieram para substituir os Super Connies. O nome TCA foi substituído por Air Canada em 1964 e os Douglas DC-8 continuaram chegando e substituindo os aviões a pistão. Em 1967 os Douglas DC-9-30 começavam a substituir os Viscount na frota. Os DC-8 foram usados até abril de 1983 como passageiros. No início dos anos 70 chegaram os Boeing 747-100/200 e Lockheed Tristar Series 1 e 500. No início dos anos 80 os modernos Boeing 767-200 chegaram a frota.

Com a privatização da empresa em 1989 houve uma mudança na identidade visual e a chegada de novas aeronaves como os Airbus A320 e A340.

Em 1999 a empresa adquiriu a Canadian Airlines e assumiu as rotas internacionais, incluindo a Toronto – São Paulo – Buenos Aires que era realizada com Boeing 767-300ER.

Em julho de 2001 a Air Canada substituiu o Boeing 767-300ER pelo Airbus A340-300 na rota para o Brasil e passou a alternar as aeronaves conforme demanda. Em 2004 anunciou a encomenda de 45 jatos Embraer 190 e 15 jatos Embraer 175.

Em abril de 2005 a empresa encomendou 18 Boeing 777, entre as versões 200LR, 300ER e Cargo, além de 14 Boeing 787-8 e Boeing 787-9. Em junho de 2011 anunciou que todos os voos que eram operados com o nome de Jazz Aviation seriam operados com um novo nome, Air Canada Express.

No final de 2012 passou a utilizar o Boeing 777-300ER na rota de São Paulo, na alta temporada. Em dezembro de 2014 inaugurou o voo Toronto – Rio de Janeiro (operou até outubro de 2016) e em março de 2015 assinou um acordo de codeshare com a Gol. Em maio de 2016 assinou acordo de codeshare com a Avianca Brasil. O Boeing 787-900 Dreamliner da Air Canada substituiu o Boeing 767-300ER, que operava a rota diária entre São Paulo e Toronto, em março de 2017. Na alta temporada, que se iniciou no final de outubro passado, foi substituído pelo Boeing 777-300ER na rota.

Em 2016 a companhia deixou de operar a rota RJ – Toronto – RJ no mês de outubro. Em 2017 iniciou os voos com Boeing 787 na rota para São Paulo.

Em 2017 a Air Canada recebeu vários prêmios que reconhecem sua liderança na indústria, seus produtos e serviços. Os prêmios destacam a força financeira da empresa e o envolvimento dos funcionários. Isso inclui a nomeação de Melhor Companhia Aérea da América do Norte pelo Skytrax World Airline Awards em 2017 – esta foi a sexta vez em oito anos que a Air Canada foi reconhecida como a transportadora número um do continente. A Skytrax também nomeou a Air Canada como a única operadora Quatro Estrelas na América do Norte. Outros prêmios recentes incluem:
– vencedora na categoria Airline Strategy Awards Finance na premiação coordenada pela empresa de notícias e análises da indústria de transporte aéreo Flight Airline Business;
– pelo segundo ano consecutivo foi eleita pela Achievers, uma empresa de reconhecimento social dos funcionários, um dos 50 locais de trabalho mais engajados na América do Norte;
– eleita pelo Mediacorp Canada Inc como um dos melhores empregadores da diversidade do Canadá em 2017. A Air Canada foi reconhecida por seu sucesso em áreas como a promoção de mulheres, inclusive em papéis não tradicionais;
– recebeu também os prêmios da Baxter Travel Media Agents, que elegeu a empresa como o Melhor Serviço Aéreo Tradicional e o Melhor Serviço Executivo Aéreo pelo 8º ano consecutivo.

A Air Canada foi eleita a Melhor Companhia Aérea de Longo Alcance das Américas para 2018 pela AirlineRatings.com, uma agência de classificação de produtos e de segurança aérea que promove a excelência na indústria. A AirlineRatings.com deu à Air Canada sua classificação máxima de sete estrelas tanto para a segurança como para o produto.

Abaixo o número de passageiros e carga transportada de e para o Brasil nos últimos 5 anos.

É uma companhia integrante da Star Alliance. Veja quais são as empresas integrantes.
Adria Airways, Aegean Airlines, Air Canada, Air China, Air India, Air New Zealand, ANA, Asiana Airline, Austrian, Avianca, Avianca no Brasil, Brussels Airlines, Copa Airlines, Croatia Airlines, EGYPTAIR, Ethiopian Airlines, Eva Air, LOT Polish Airlines, Lufthansa, Scandinavian Airlines, Shenzhen Airlines, Singapore Airlines, South African Airways, SWISS, TAP Portugal, THAI, Turkish Airlines e United.

Voos em Operação de e para o Brasil

Frota da Empresa

Publicidade