Airbus A321LR completa seu primeiro voo

1595

O primeiro A321LR (Long Range – Longo Percurso) decolou de Hamburgo na Alemanha às 11h06 (hora local) para seu primeiro voo que teve duração de duas horas e 36 minutos, dando início ao seu programa de testes de voo. A aeronave MSN7877 é movida a motores CFM LEAP-1A.

A tripulação da aeronave era composta dos Pilotos de Testes Experimentais Yann Beaufils e Peter Lofts, bem como os Engenheiros de Testes de Voo Frank Hohmeister, Jim Fawcett, Cedric Favrichon e o Especialista em Cabine Alexander Gentzsch.

“Graças ao seu excelente desempenho e eficiência imbatível, o A321LR permitirá aos nossos clientes realizar voos de até 4.000 milhas náuticas, permitindo a abertura de novas rotas (por exemplo, as transatlânticas) e conquistar novos mercados”, disse Klaus Roewe, Chefe do programa A320.

A aeronave será agora submetida a um programa de testes de voo de quase 100 horas de duração, incluindo missões transatlânticas, visando a Certificação de Tipo da EASA e do FAA no segundo trimestre de 2018. A entrada em serviço está prevista para o quarto trimestre de 2018.

O A321LR possui uma nova configuração de porta de entrada, permitindo que seus operadores acomodem até 240 passageiros na mais larga fuselagem de Corredor Único da Airbus que percorre os céus. A nova cabine de passageiros Airspace by Airbus disponível na família A320 aprimora ainda mais a incomparável experiência de viagem dos passageiros. Com outras opções, combinando um aumento do Peso Máximo de Decolagem (MTOW) para 97 toneladas e um terceiro Tanque Central Adicional de Combustível (ACT), a autonomia da aeronave é estendida a 4.000 milhas náuticas (7.400 km), permitindo que as companhias aéreas aproveitem novas oportunidades do mercado de longo percurso.

Incorporando os mais recentes motores, avanços aerodinâmicos e inovações de cabine de passageiros, o A321neo oferece uma redução significativa de 20% por cento no consumo de combustível até 2020. Com mais de 1.900 encomendas recebidas de mais de 50 clientes, até o momento o A321neo capturou uma sólida fatia de 80% do mercado, tornando-se a verdadeira aeronave preferida no segmento médio do mercado.