Alitalia cresce 7,1 %no primeiro trimestre de 2011

494

A Alitalia, Companhia Aerea Italiana SpA, obteve no primeiro trimestre de 2011 lucro líquido de 684 milhões de euros, um crescimento de 7,1% se comparado ao mesmo período do ano passado.
 
O número de passageiros transportados foi de 4,8 milhões, 1,8 % maior do que em 2010. O período sofreu com as crises do Norte da África e do terremoto no Japão, mercados-chave para a Alitalia, que mesmo assim conseguiu crescer 12 % sobre o mês de abril do ano passado, o que indica uma tendência de crescimento substancial para os próximo trimestre.
 
O resultado operativo (EBIT) para o período foi positivo de 85 milhões de euros e está em linha com o objetivo de melhorá-lo em 30 milhões em comparação com 2010. Esta melhoria só não foi maior devido ao aumento do custo do combustível, ao desenvolvimento da frota e ao impacto da crise nos mercados do Norte da África e do Japão, estimada em mais de 100 milhões de euros.
 
Em 31 de março, os empréstimos líquidos chegaram em 876 milhões de euros, dos quais 729 milhões estão na frota de aeronaves, que lucrou devido ao impacto positivo do câmbio entre o dólar e o euro. A empresa realizou uma operação de swap cambial para transformar para euro sua dívida anterior na frota, que estava em dólares. Na mesma data a disponibilidade financeira total, considerando a liquidez e as linhas de crédito não utilizadas, chegaram a 326 milhões de euros.
 
Sobre o desempenho operacional, em comparação aos primeiros quatro meses do ano passado, o período de janeiro a abril registrou uma forte melhoria em termos de confiabilidade, qualidade e serviço, que atingiram níveis de excelência. Pontualidade atingiu 91%, regularidade de 99,8%, o número de extravio da bagagem por cada 1.000 passageiros foi de 5,8 (cerca de metade em relação ao ano passado).
 
Os resultados foram anunciados em Roma pelo Conselho de Administração da Alitalia, presidido por Roberto Colaninno, e pelo CEO, Rocco Sabelli.

Publicidade