Azul quer inspirar crianças de todo o país a se tornarem pilotos de avião

742

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, a Azul Linhas Aéreas promove um assunto importante: a diversidade de gênero nas profissões. Em suas redes sociais, a companhia divulgou um vídeo da série “Histórias de quem voa com a Gente”, que mostra a reação de uma menina, que faz sua primeira viagem de avião e se surpreende ao ver que o piloto da aeronave é, na verdade, uma mulher.

A Azul é a empresa brasileira com a maior concentração de comandantes e copilotos mulheres em seu quadro de Tripulantes. No Brasil inteiro, as mulheres representam apenas 2% dos Tripulantes técnicos na aviação comercial. Para começar a mudar essa realidade, além da divulgação do vídeo, até o dia 15/03, em voos comandados por mulheres, os comissários da companhia convidarão as crianças que estiverem a bordo para uma visita à cabine de comando após a aterrisagem. O objetivo é inspirá-las a entenderem que mulheres podem estar em todas as profissões e também a optarem pela profissão no futuro. Além disso, os Clientes serão incentivados a compartilhar a experiência em suas redes sociais pessoais, utilizando a hashtag #ElasLáEmCima.

“Queremos desmistificar a ideia criada no imaginário de crianças e adultos que, quando pensam em piloto de avião, associam automaticamente a profissão ao gênero masculino. Temos muito orgulho de ser a empresa com mais pilotos mulheres no Brasil, mas sabemos que a representatividade delas nessa profissão, ou em outras atividades predominantemente masculinas, ainda é muito baixa. Com a ação, pretendemos inspirar as crianças, para que, no futuro, mais meninas possam optar pela profissão e, assim, mudar realidade atual”, afirma Cláudia Fernandes, diretora de Marketing e Comunicação na Azul.