Foto: Boeing

A Boeing finalizou a montagem das seções da fuselagem do primeiro avião 777X que irá realizar seus primeiro voo ainda em 2019. A aeronave agora mede 77 metros comprimento do nariz à cauda, tornando-se o mais longo avião de passageiros já produzido pela Boeing.

“O 777X é um novo avião e um novo sistema de produção”, disse Josh Binder, vice-presidente e gerente geral do 777X. “Com a 777X, o sistema de produção foi integrado no programa de desenvolvimento antes do que qualquer outro avião, e a equipe está fazendo um grande trabalho de bater nossas metas como esperado.”

O 777X fornece 12% menos consumo de combustível e 10% de custos operacionais menores do que os aviões concorrentes. Também consegue desempenho sem precedentes através da introdução de tecnologias modernas, como um motor mais eficiente, o GE9X, e uma quarta nova geração de um projeto da asa composta que fornece maior eficiência. Com a extensão de um conjunto de dobragem, ajuntado pontas das asas, asa da aeronave se estende por 72m.

Ao adicionar pontas das asas dobráveis, a envergadura do 777X foi aumentada para melhorar a eficiência aerodinâmica da asa, reduzindo a propulsão do motor e consumo de combustível. Além disso, as pontas das asas dobráveis ​​permitem que o 777X mantenha a compatibilidade com a família 777 existente, agregando valor para os clientes.

O primeira 777X introduzido será o modelo 777-9, que pode acomodar de 400 a 425 passageiros em uma configuração padrão e oferece uma autonomia de 7.600 milhas náuticas (14.075km). As primeiras entregas do modelo serão em maio de 2020. Já para o modelo 777-8 estão previstas a construção de duas aeronaves para voos de teste e primeiras entregas em 2022.

A Boeing está construindo sobre o interior do 777 atual e de inovações do 787 para criar uma experiência aos passageiros como nenhum outro. Eles irão desfrutar de janelas maiores e com localização mais elevada na fuselagem do que o atual 777, juntamente com uma cabine mais larga, nova iluminação e arquitetura melhorada.

O primeiro avião de teste 777X para testes de solo estática foi concluída em setembro 2018. Três aviões de teste de voo adicional serão construídos após o primeiro voo de teste. O primeiro voo do 777X está previsto para 2019. A primeira entrega está prevista para 2020.

Até o momento, a Boeing recebeu 340 encomendas e compromissos para a 777X de várias companhias aéreas, incluindo a All Nippon Airways, Cathay Pacific, Emirates, Etihad Airways, Qatar Airways, Lufthansa e Singapore Airlines.

Publicidade