Boeing irá aumentar a taxa de produção do 737

409

A Boeing anunciou que irá aumentar a taxa de produção do seu 737 Next-Generation para 42 aeronaves por mês. Uma vez implementado no primeiro trimestre de 2014, o programa do 737 espera construir dois modelos por dia de trabalho e aproximadamente 500 aeronaves por ano.

O presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes, Jim Albaugh anunciou que as perspectivas do mercado para aviões de corredor único é forte e está em crescimento.

“Clientes estão solicitando nosso 737 Next-Generation a uma taxa sem precedentes”, informa Albaugh. “Novas melhorias no desempenho e maior conforto para os passageiros apresentaram maior valor para nossos clientes”, completa.

Albaugh destacou a popularidade dos novos recursos de conforto para os passageiros do Boeing, observando que desde seu lançamento, em maio de 2010, o novo Boeing Sky Interior é solicitado em mais de 80% dos novos pedidos do 737.

O vice-presidente e gerente geral do Programa 737, Beverly Wyse, disse que o objetivo do aumento da taxa é continuar a suprir a demanda do cliente por um avião inovador e que proporcione forte desempenho e valor.

“Nós temos trabalhado junto aos nossos fornecedores e nossa equipe de produção para garantir que possamos ampliar essa taxa com eficiência e responsabilidade”, disse Wyse. “Acreditamos que muitos dos investimentos de capital e mudanças no sistema de produção feito para a produção de 38 aeronaves por mês, já nos posiciona para construir 42”, informa. “Estamos muito bem situados para o aumento da taxa.”

O Programa do 737 atualmente produz 31,5 aviões por mês e espera ir para 35 no começo de 2012, 38 no segundo trimestre de 2013 e depois, 42 aviões por mês no primeiro trimestre de 2014.

O aumento da taxa anunciada hoje não deverá ter impacto material sobre os resultados financeiros de 2011.

A família Boeing 737, altamente eficiente e confiável, tornou-se o avião mais vendido da história. Cerca de 280 clientes já solicitaram mais de 8.880 unidades do aviões de corredor único – incluindo mais de 5.750 ordens do 737 Next-Generation. A Boeing possui atualmente uma carteira de mais de 2.100 aviões pedidos firmes da família 737.