Centro Tecnológico da TAM ultrapassa a marca de mil checks

540

O Centro Tecnológico da TAM, unidade de MRO (Maintenance, Repair and Overhaul) localizada em São Carlos, no interior do Estado de São Paulo, alcançou no final do primeiro semestre deste ano a marca de 1.235 checks realizados desde sua inauguração, em 2001. O número inclui os checks  C e D, os mais completos na área de manutenção preventiva, e outros serviços realizados tanto em aeronaves da companhia como de terceiros.

Somente em 2009, foram realizados em São Carlos 122 checks e mais de 99 mil manutenções de componentes e partes aeronáuticas, que abrangem desde os itens de aparência e conforto até os modernos computadores de navegação das aeronaves. Desse total, 33 checks foram realizados para clientes do MRO da TAM, como as companhias aéreas LAN e Avianca (antiga OceanAir).

Considerando apenas os dados referentes à manutenção pesada, o complexo da TAM em São Carlos já concluiu 613 checks C e D desde que iniciou suas atividades.

“Nossas instalações estão plenamente capacitadas para realizar serviços de manutenção tanto para a TAM como para outras grandes companhias. Temos uma excelente infraestrutura em São Carlos e estamos constantemente ampliando nossas certificações para atender novos clientes”, afirma Ruy Amparo, vice-presidente de MRO da TAM.

A unidade de MRO da TAM está certificada pelas autoridades aeronáuticas dos Estados Unidos (Federal Aviation Administration – FAA), da Europa (European Aviation Safety Agency – EASA), do Brasil (Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC) e de diversos países da América do Sul, para realizar todas as grandes manutenções programadas (checks C e D). As homologações incluem aeronaves Airbus A318/319/A320/A321/A330, Boeing 767 e ATR-42, tanto de sua própria frota como de outros clientes, além de aviões Fokker-100. Também possui a certificação DIRMAB para realizar os checks do Avião Presidencial, o Airbus ACJ (Airbus Corporate Jetliner). Além disso, está homologada para realizar a revisão de mais de 5 mil componentes aeronáuticos.

Desde janeiro de 2007, a TAM possui a certificação IOSA (IATA Operational Safety Audit), o mais completo e aceito atestado internacional em segurança operacional. A auditoria IOSA engloba mais de 950 requisitos em diversas áreas operacionais de uma empresa aérea.

Instalado em uma área própria de 4,6 milhões de metros quadrados, o complexo da TAM em São Carlos já recebeu mais de R$ 200 milhões em investimentos desde a sua inauguração. Além dos hangares para manutenção, o Centro Tecnológico da TAM abriga oficinas para revisão de componentes aeronáuticos, que abrangem desde computadores de navegação até trens de pouso.

Publicidade