Tudo pronto! Escolhemos o destino, vamos comprar as passagens, viagens dos sonhos, sozinho, com a família, e…vou levar meu animalzinho de estimação! Ops…cuidado! Existem regras importantes nas quatro maiores empresas aéreas brasileiras e, para surpresa, algumas que nós nem imaginávamos! Isso quer dizer que, se eu for para o exterior, por exemplo, meu animal de estimação não pode ir comigo se eu quiser ir de Avianca Brasil ou Azul! Sim, isso mesmo, elas não transportam em voos internacionais!

Mas quais as regras de cada uma? Quanto custa? Colocamos abaixo o que cada companhia diz sobre o transporte de animais a bordo! Lembramos que esclarecimentos adicionais podem e devem ser tratados diretamente com as companhias aéreas.

Principais Regras (Avianca Brasil)

A Avianca Brasil aceita apenas animais domésticos – cães e gatos – transportados na cabine de passageiros. Não transportamos animais identificados como animais de laboratório, pássaros silvestres e animais em extinção da fauna brasileira.

É limitado o transporte de 3 (três) animais por voo na cabine de passageiros. Dentre estes, 1 (um) por passageiro e 1 (um) por embalagem, exceto no caso de ninhada (separada da mãe), pertencente à mesma fêmea. Neste caso, são aceitos 2 filhotes na mesma caixa de transporte, seguindo os mesmos procedimentos de acomodação.

Não é permitido o embarque de animais na cabine sob a responsabilidade um menor desacompanhado.

Para verificar a possibilidade de transporte do animal e solicitar o serviço, consulte-nos através da Central de Vendas nos telefones 4004-4040 (principais capitais) e 0300-789-8160 (demais localidades), Site ou Lojas Avianca Brasil com no mínimo 2 horas de antecedência ao voo.

Após a confirmação do serviço, apresentar-se no check-in ao menos 2 horas antes do horário de decolagem, com 3 vias impressas, preenchidas e assinadas do formulário “Solicitação para Transporte de Animais na Cabine de Passageiro”.

Caixa de transporte para animal doméstico

O animal deve ser acomodado em uma caixa de transporte, que pode ser adquirida em lojas especializadas. A caixa de transporte deverá permanecer durante todo o voo no chão da aeronave, embaixo do assento à sua frente, e precisa atender as seguintes especificações:

De plástico rígido ou tecido resistente (com fundo impermeável);
Totalmente fechada e que permita a ventilação adequada à necessidade do animal, porém sem deixar que nenhuma parte do animal se saliente da embalagem; – Que seja seguro suficiente para impedir fuga;
Que tenha beiradas arredondadas para não causar dano ao animal;
Que permita que o animal fique de pé, se vire e deite, naturalmente, com conforto, enfim, adequada ao tamanho do animal (cães e gatos nas quatro patas, sem que suas orelhas ou qualquer parte de sua cabeça toque o teto);
Que esteja limpa e à prova de vazamento;
Que não seja feita de material tóxico.
Estar de acordo com as especificações máximas de tamanho.
Dimensões: Altura = 25 cm Largura = 26 cm Comprimento = 40 cm
O peso do animal + caixa de transporte não pode exceder 10 kg.
Não é preciso sedar o animal.

Idade Limite do Animal

Filhotes (de cães/gatos) com idade inferior a oito semanas não devem ser aceitos devido aos efeitos de desidratação causados pelo transporte aéreo.
Para aqueles com idade inferior a 12 (doze) semanas, de raças pequenas e mais suscetíveis à desidratação, faz-se necessário um certificado veterinário, atestando que os mesmos estão em condições de serem transportados.

Fêmeas grávidas, no cio ou amamentando

A Avianca não aceita fêmeas grávidas, a menos que haja um certificado emitido pelo médico veterinário, atestando que o animal se encontra em boas condições para viagem e que não há risco de ocorrer o nascimento durante a viagem.
A Avianca não aceita para transporte aéreo fêmeas no cio, ou ainda amamentando, nem animais não desmamados.

Atenção: caso as especificações mencionadas acima não sejam atendidas, a Avianca Brasil não irá realizar o transporte do animal.

Principais Regras (Azul)

Algumas regras:

O peso total (animal + container) deve ser de, no máximo, 5 kg. O animal deverá estar limpo, saudável e sem odor desagradável.
Para transporte de animais na Azul, são aceitos dois tipos de embalagem: o container rígido ou a mala flexível. As dimensões devem ser de, no máximo, 43 cm comprimento X 31,5 cm de largura X 20 cm de altura.

Escolhendo a embalagem mais adequada para seu amiguinho:

O container rígido deve ser de fibra ou plástico rígido resistente;
A mala flexível deve ter hastes internas de metal para reforçar a estrutura e ser feita de material impermeável;
Embalagens de outros materiais –como containers de madeira, palha ou malas flexíveis que não sejam de material impermeável – não serão aceitos para embarque de animais;
Para garantir o conforto do animal, a embalagem deve possuir dimensões internas condizentes com o tamanho do animal, permitindo que o mesmo fique de pé e possa movimentar-se realizando um círculo em volta de si mesmo (giro de 360°);
Deve ter também aberturas que garantam a entrada e a circulação de ar;
Devem possuir um dispositivo que evite uma abertura acidental, interna ou externamente;
Durante o voo, o pet precisa dos mesmos cuidados que tem em terra. Por isso, o piso interno deve ser revestido com um material que contenha e absorva urina e fezes, evitando vazamento durante o transporte;
A embalagem para transporte de animais vivos deve ser resistente, segura, impermeável e confortável para o animal;
A embalagem deve ser providenciada pelo cliente;
A Azul deve receber as embalagens totalmente limpas, desinfetadas e esterilizadas, evitando o contágio de doenças ao próprio animal e a terceiros.
Se alguma das condições citadas não for cumprida, a Azul pode negar o embarque do animal.

Documentos necessários (voos domésticos):

Para mostrar que seu pet é saudável e bem cuidado, leve o comprovante da vacinação antirrábica, com o nome do laboratório produtor, o tipo da vacina e o número da partida/ampola utilizada. Essa vacina precisa ter sido aplicada há mais de 30 dias e há menos de um ano do embarque.
Também é preciso ter em mãos o atestado de saúde do animal, emitido por médico veterinário, com validade de 10 dias da data de emissão.
Para viagens com destino a Fernando de Noronha, além da documentação citada nos tópicos anteriores, é necessária a Autorização de Entrada de Animais na Ilha, expedida pela Secretaria de Meio Ambiente e Turismo de Fernando de Noronha pelo telefone (81) 3619-0810.
Para viagens com origem em Carajás, além da documentação citada nos tópicos anteriores, é necessária uma autorização para o animal entrar na área do aeroporto, por se tratar de uma reserva florestal de responsabilidade de Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A autorização, válida para a data do embarque, deve ser solicitada ao Instituto e enviada para: Rua J, 202 – Bairro União – Parauapebas (PA) – CEP 68515-000. Em caso de dúvidas, entre em contato pelo (94) 3364-1106, entre segunda e sexta-feira das 8h às 12h e das 14h às 18. A documentação deverá conter: – documento de identificação oficial com foto do titular da passagem aérea;
– documento original do atestado de saúde do animal, emitido por veterinário;
– documento original da carteira de vacinação no animal.

Principais Regras (GOL)

Cães e gatos a partir dos quatro (4) meses de idade e com peso máximo de 10 kg, incluindo a caixa de transporte (kennel) podem ser transportados a bordo das aeronaves em todos os voos domésticos e internacionais operados pela GOL.

Podem ser usados dois tipos de caixas de transporte, que devem ser resistentes a vazamentos:
Kennel rígido: altura: 22 cm, largura: 32 cm e profundidade: 43 cm
Kennel flexível: altura: 24 cm, largura: 32 cm e profundidade: 43 cm
Kennel de tecido permeável, madeira ou palha não serão aceitos.
O Kennel precisa ter espaço suficiente para o animal se mover, mudar de posição, dar a volta em torno de si, tombar para o lado, de forma que fique confortável. Além disso, o kennel deve ter abertura para circulação de ar.
O pet deverá permanecer dentro da caixa de transporte na sala de embarque, durante o voo, na sala de desembarque ou no GOL Premium Lounge.
O pet deverá ser transportado obrigatoriamente nos assentos localizados nas janelas, com exceção das saídas de emergência.
A GOL se reserva ao direito de recusar embarque de animais em Kennel que estejam fora dos padrões exigidos, e assim possam causar risco ao voo.
Alguns países possuem período de restrição e/ou exigências de vacinas sazonais para o transporte de animais, consulte o Consulado e Autoridades Sanitárias do país de destino, antes de sua viagem.
No voo, o kennel deverá ser acomodado abaixo do assento da poltrona a sua frente o tempo todo. Isso garante a segurança de seu pet e uma viagem mais agradável.
Cada passageiro poderá levar até 1(um) animal ou 1 criança. Apenas adultos (a partir de 12 anos completos) podem transportar animais. São aceitos no máximo quatro pets por voo. Caso o voo já tenha atingido essa quantidade, o serviço ficará indisponível para venda. Por questões de segurança, cadeirantes não podem transportar animais na cabine.
Antes de embarcar, leia as regras e preencha o Formulário de Solicitação para Transporte de animais, também disponível no balcão de atendimento do aeroporto. O documento é obrigatório para voos nacionais e internacionais.

O transporte de animal é um serviço opcional e acessório ao transporte de passageiros.
Não é possível comprar um assento exclusivo para acomodar o PET
Em caso de remarcação do voo por solicitação do passageiro será possível transferir o animal para o novo voo, desde que haja disponibilidade do serviço. Caso o passageiro altere seu trecho doméstico para internacional (ou vice-e-versa), deverá verificar se há variação de valores cobrados.
Em caso de No-show (não comparecimento ao embarque), cancelamento do voo ou não utilização do serviço, o passageiro poderá solicitar o reembolso do valor pago pelo serviço.
O cancelamento do serviço está disponível nos canais digitais apenas antes do embarque do primeiro voo. Caso já tenha voado e não tenha transportado o animal, o reembolso deve ser solicitado via Central de Vendas.
Não há acúmulo de milhas para compra deste produto.
Em caso de remarcação do voo (acomodação) por parte da Companhia, esta se responsabiliza em transferir o animal contratado também para o novo voo, desde que haja disponibilidade do serviço.
Cão-guia pode ser transportado sem custos adicionais. Consulte mais informações em https://www.voegol.com.br/pt/informacoes/assistencia-especial/pessoa-com-deficiencia-visual
O PET na cabine não é aceito em voos de cias parceiras.
O check-in online não é permitido para passageiros com PET e deve ser feito com 2h de antecedência para voos nacionais e 3h de antecedência para voos internacionais.

Principais Regras (Latam Brasil)

Na cabine

O transporte de animal de estimação está disponível na cabine Economy dos aviões Airbus 319, 320, 321, 350 e Boeing 777.
Pode ser confirmado apenas 1 serviço de transporte de animal de estimação por passageiro adulto.
Não poderão ser atribuídos assentos na primeira fila ou saída de emergência.
O peso máximo do animal de estimação não pode ser superior a 7 kgs/15 lbs. Incluindo o kennel.
O kennel não deve possuir rodas e deve caber sob o assento dianteiro do passageiro.
É importante que o kennel tenha ventilação adequada e possua uma trava que garanta que seu animal de estimação não sairá durante o voo.
O animal de estimação deve ter espaço suficiente para para ficar em pé, se mover e dar uma volta em torno de si dentro do kennel.
É permitido somente um animal por kennel.
Seu animal de estimação pode embarcar na cabine com um kennel rígido ou flexível, de acordo com as dimensões:
Kennel rígido: altura: 19 cm, largura: 33 cm e profundidade: 36 cm
Kennel flexível: altura: 23 cm, largura: 33 cm e profundidade: 36 cm

Documentação necessária

Para viajar com o seu animal de estimação você deverá apresentar um certificado veterinário atestando que o animal está saudável para realizar a viagem. O documento deve ser emitido por um veterinário até 10 dias antes do voo.
Em voos nacionais dentro do Brasil, você deverá apresentar um certificado de vacinação antirrábica, além do atestado de saúde emitido por um veterinário. A aplicação da vacina antirrábica é recomendada para os filhotes com mais de 90 dias de vida. Após a aplicação da primeira dose da vacina antirrábica, deve-se aguardar 30 dias para garantir que o animal esteja imunizado. Após a aplicação da segunda dose, não é necessário aguardar o período de 30 dias entre a aplicação da vacina e o embarque do animal. Caso o embarque seja realizado antes dos 30 dias de aplicação da primeira dose ou fora do período de validade, o embarque será negado.
A documentação para voos internacionais varia de acordo com o país de destino. Para saber quais são os documentos exigidos no país que você vai visitar, acesse o site do Ministério da Agricultura ou consulte diretamente o consulado do país em questão. Você deverá apresentar os documentos em 2 vias: uma original e uma cópia que será anexada à caixa de transporte. Também é possível confirmar as informações através do site latamtravelcenter.com (em inglês).
Caso seu destino seja a Ilha de Páscoa, você precisará que um escritório do SAG (autoridade sanitária do Chile) certifique o bom estado de saúde do seu animal de estimação. Como proprietário, você pode fazer isso em qualquer escritório da Vigilância Agropecuária no Chile. Esta é uma exceção dentro do Chile.

Condições gerais

Não é permitido o transporte do seu animal de estimação de/para: Ilhas Galápagos, Austrália, Nova Zelândia, Papeete, África do Sul e Inglaterra.
A LATAM não transporta animais de estimação no compartimento de cargas ou na cabine em viagens que hajam conexões com outras companhias aéreas ou em voos de código compartilhado.
A aceitação do seu animal de estimação está sujeita a restrições de saúde e documentação estabelecida pela autoridade sanitária de cada país. Por exemplo, para voos domésticos na Colômbia, deve-se apresentar o carnê ou certificado de vacinação assinado por um veterinário e que indique o número de sua matrícula profissional.
Somente são permitidas viagens de cães e/ou gatos com o passageiro, e os animais devem apresentar um comportamento dócil com os demais.
O animal de estimação deve ter idade superior a 8 semanas ou 4 meses caso a viagem se destine aos Estados Unidos.
O animal de estimação deve estar em bom estado de saúde e, em caso de fêmea, não estar prenha.
Cães de busca de sobreviventes em desastres, com certificação prévia de sua condição, estão isentos do pagamento por transporte quando viajam em missões humanitárias.
Os animais de estimação não podem viajar sob o efeito de sedativos.

Como solicitar o serviço?

O serviço deve ser solicitado na Central de Vendas durante a reserva ou até no máximo 48 horas antes do horário de partida do voo.
Para voos da LATAM Airlines Brasil, a solicitação não pode ser realizada até 2 meses antes do voo

E Finalmente, quanto custa em cada uma delas?

Custo por trecho e por animal:
Avianca Brasil: R$ 500,00 em voos domésticos. Não transporta para voos internacionais
Azul: R$ 250,00 em voos domésticos. Não transporta para voos internacionais
GOL: R$ 200,00 em voos domésticos e R$ 400,00 em voos internacionais
Latam Brasil: R$ 200,00 em voos domésticos e US$ 250,00 em voos internacionais

Publicidade