Copa Airlines faz pedido de US$ 2,6 bilhões à Boeing

1262

A Copa Airlines e a Boeing anunciaram hoje a aquisição de 32 aeronaves Next Generation 737-800, incluindo a opção de compra de outros 10 aviões, com a assinatura de um convênio no Departamento de Comércio dos Estados Unidos, em Washington, D.C.

A compra, por um valor aproximado de US$ 2,6 bilhões, segundo estimativas da Boeing, é o maior pedido de aeronaves da história da Copa Airlines. Além disso, representa uma das maiores transações comerciais realizadas entre empresas privadas dos Estados Unidos e da República do Panamá.

As 32 aeronaves serão entregues entre 2015 e 2018 e integram o plano de crescimento no médio prazo da companhia. Os novos aviões estarão equipados com o “Sky Interior” próprio da Boeing, que inclui novas paredes laterais em alto relevo e janelas que garantem aos passageiros uma melhor experiência de voo. As aeronaves também apresentam evolução de rendimento, com a projeção de reduzir em 2% o consumo de combustível por meio de uma série de melhorias estruturais e no motor.

Nos últimos dois anos, a Copa Airlines adquiriu 37 novas aeronaves 737-800 diretamente da Boeing e participou de contratos de arrendamento para 10 modelos adicionais. Até o fim do ano, a Copa Holdings terá um total de 63 aeronaves, sendo 37 Boeing 737 Next Generation. A companhia aérea receberá 68 aeronaves nos próximos sete anos, incluindo 22 unidades em 2011 e 2012. A Copa utiliza os aviões 737 Next Generation em sua máxima capacidade, operando algumas das mais extensas rotas efetuadas por aviões 737 no mundo.

A Copa Airlines foi pioneira na incorporação de winglets integrados em sua frota de 737-700, assim como a primeira a incorporar telas de localização vertical (VSD, por suas siglas em inglês), um dispositivo de última geração que mostra a rota atual e prevista do avião, além de indicar conflitos potenciais com a terra.

Publicidade