CT da TAM recebe certificações do Equador e das Antilhas Holandesas

1190

O Centro Tecnológico da TAM, unidade de MRO (Maintenance, Repair and Overhaul), foi certificado pela autoridade aeronáutica do Equador (Direccion General de Aviacion Civil) para prestar serviços de manutenção em aeronaves Airbus A318/A319/A320/A321 e Fokker-100, com matrícula naquele país, e seus componentes. A homologação permite que a TAM amplie a oferta de serviços do seu centro de manutenção, atendendo clientes do mercado equatoriano.

A TAM obteve também a certificação da autoridade aeronáutica das Antilhas Holandesas (Directorate of Civil Aviation) para a manutenção de aeronaves Fokker-100 da companhia aérea Dutch Antilles Express (DEA). Todos os serviços serão realizados na unidade de MRO da TAM em São Carlos.

“As novas certificações fazem parte de nossa estratégia de consolidar o Centro Tecnológico da TAM como um efetivo prestador de serviços a terceiros”, explica Ruy Amparo, vice-presidente de MRO da TAM.

A TAM já está certificada pelas autoridades aeronáuticas dos Estados Unidos (Federal Aviation Administration – FAA), da Europa (European Aviation Safety Agency – EASA), do Brasil (Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC) e de diversos países da América do Sul para realizar todas as grandes manutenções programadas (checks C e D) em aeronaves Airbus A318/319/A320/A321/A330 e Boeing 767, tanto de sua própria frota como de outros clientes, além de aviões Fokker-100. Desde janeiro de 2007, a TAM possui também a certificação IOSA (IATA Operational Safety Audit), o mais completo e aceito atestado internacional em segurança operacional.

Instalado na cidade de São Carlos, no interior do Estado de São Paulo, o Centro Tecnológico da TAM ocupa uma área própria de 4,6 milhões de metros quadrados. Além dos hangares para manutenção, o complexo abriga oficinas para revisão de componentes aeronáuticos, que abrangem desde computadores de navegação até trens de pouso.

Publicidade