Foto: Dmitry Chistyakov

A Embraer Serviços & Suporte e a Belavia, Belarusian Airlines, companhia aérea nacional da Bielorússia, assinaram um acordo para prestação de serviço e suporte à frota de E-Jets da companhia aérea. O acordo tornará mais ágil o apoio à frota da Belavia e incrementará a disponibilidade das aeronaves.

A solução de suporte a componentes da Embraer está sendo adaptada às necessidades específicas da Belavia, por meio de um acordo plurianual, oferecendo reposição sob medida e também cobertura de reparo para um escopo mais amplo de componentes. Será disponibilizado ainda o acesso a uma extensa variedade de ferramentas especiais e equipamentos de apoio em solo para manutenções pesadas, permitindo à Belavia a movimentação “in-house”.

O programa irá apoiar a frota já existente da Belavia, de dois jatos E175 e dois jatos E195. A companhia recebeu, na semana passada, uma nova aeronave E175 e ainda este ano receberá outras duas do modelo E195.

“Nossa frota Embraer tem experimentado um grande sucesso com nossos passageiros e vem entregando à nossa companhia elevadas taxas de disponibilidade e baixo custo operacional. As soluções da Embraer Serviços & Suporte irão nos ajudar a manter as taxas de disponibilidade altas e nossas aeronaves no céu, gerando receita”, afirmou Anatoly Gusarov, Diretor-Geral da Belavia. “Estamos felizes em receber nossa nova aeronave no Brasil e satisfeitos com o nosso relacionamento com a Embraer, que está cada vez mais forte. A Embraer continua sendo a escolha certa para o nosso contínuo crescimento.”

“Nosso objetivo primordial na Embraer é proporcionar aos nossos clientes o suporte que eles realmente precisam. Este é um exemplo de adaptação da nossa avançada solução de suporte a componentes para as necessidades específicas da Belavia. Nossas soluções customizadas são cada vez mais reconhecidas pelas operadoras pelo seu valor, eficiência e eficácia”, disse Johann Bordais, Presidente & CEO da Embraer Serviços & Suporte.

A frota da Belavia consiste hoje em 7 Boeing 737-300, 6 Boeing 737-500, 6 Boeing 737-800NG, 5 Canadair CRJ 200, 3 Embraer 175LR e 2 Embraer 195LR.