Gol terá o Boeing 737 MAX-8 no segundo semestre

3878

A GOL Linhas Aéreas anunciou transações de sale and leaseback (venda e arrendamento) com a GE Capital Aviation Services de sete aeronaves, sendo cinco Boeing 737 MAX-8 e dois Boeing 737-800 Next Generation (NG). Além disso, a companhia fez o arrendamento operacional direto de cinco 737 MAX-8 adicionais.

A partir do segundo semestre de 2018 a companhia receberá as novas aeronaves 737 MAX 8, com capacidade para 186 clientes e configuradas com os assentos GOL+Conforto nos voos domésticos e a Classe GOL Premium nos trechos internacionais. Com autonomia de voo de até 6.500 km (em comparação aos 5.500 km do 737-800 NG), as novas aeronaves 737 MAX-8 permitem que a GOL ofereça voos sem escalas do Brasil para quaisquer destinos na América Latina e na Florida.

O vice-presidente da Boeing e gerente geral do 737 MAX, Keith Leverkuhn, explica que o 737 NG e MAX foram projetados para operarem com eficiência, confiabilidade e flexibilidade de classe mundial. “O design leve do 737 MAX aliado aos novos motores e às tecnologias aerodinâmicas tornam o MAX mais eficiente no consumo de combustível”, afirma Leverkuhn. De acordo com a Boeing, o 737 MAX pode alcançar economias de até 20% no consumo de combustível por assento, quando comparado com aeronaves que ele substitui.

“Essas transações com a GECAS ampliarão a quantidade de aeronaves Boeing 737 MAX-8 planejadas para 2018 de cinco para seis, sem alterar o plano de frota de 121 aeronaves no final de 2018,” comenta Celso Ferrer, Vice-presidente de Planejamento da GOL. A GOL possui atualmente uma frota de 120 aeronaves Boeing 737.

Publicidade