Helibras inaugura nova fábrica dos EC725

397
Na foto, da esquerda para a direita: Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel; Presidente da Helibras, Eduardo Marson; Governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia; Ministro da Defesa, Celso Amorim; CEO do Grupo Eurocopter, Lutz Bertling; Senador (PT-AC), Jorge Viana. (Foto de: Felipe Christ/Helibras)

A Helibras inaugurou oficialmente seu mais novo hangar, construído para abrigar a segunda linha de montagem de helicópteros brasileira, agora das aeronaves de grande porte EC725, modelos que serão fornecidos, em um contrato de 50 unidades, para as Forças Armadas brasileiras.

Durante a cerimônia, que teve a presença dos Ministros do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, e da Defesa, Celso Amorim, dos governadores de Minas Gerais, Antonio Anastasia, e da Bahia, Jacques Wagner, dos comandantes das três Forças Armadas, além dos presidentes da Eurocopter, Lutz Bertling, e da Helibras, Eduardo Marson, a empresa oficializou o memorando de intenção de compra do helicóptero EC225, versão civil do EC725, para a Líder Taxi Aéreo, que operará as aeronaves no mercado offshore para atendimento à Petrobras.

O governador Antonio Anastasia citou a evolução da Helibras como um importante passo para o desenvolvimento também da região. “A Helibras é uma indústria inovadora, robusta e que vai trazer um grande crescimento para Minas Gerais e para o Brasil. É por isso também que estamos investindo no projeto da construção de um aeroporto aqui em Itajubá”, disse.

O ministro Fernando Pimentel referiu-se aos planos de crescimento e desenvolvimento tecnológico da Helibras como “uma oportunidade para o desenvolvimento da indústria do pais”, ressaltando a importância do investimento da empresa para esse objetivo.

Para o ministro Celso Amorim, a inauguração é “um passo para um projeto que dará capacidade ao Brasil de defender suas riquezas e construir a grande potência que nosso país está fadado a ser”.

O novo hangar da Helibras já está em operação e, além dos helicópteros EC725 e EC225 abriga também a linha de montagem do helicóptero Esquilo, produzido no Brasil desde 1980, dois anos após a criação da empresa.