Infraero emite ordem de serviço para ampliação e reforma da pista do Aeroporto de Aracaju

1352
Aeroporto de Aracajú
Aeroporto de Aracajú

A Infraero emitiu na última sexta-feira, 25 de outubro, a ordem de serviço para as obras de reforma e ampliação da pista de pousos e decolagens e do sistema de pátio de aeronaves do Aeroporto de Aracaju/Santa Maria (SE). Os serviços serão executados pelos próximos 540 dias e deverão ser concluídos em abril de 2015. A cerimônia será no auditório do aeroporto, às 10 horas (horário local), com a presença de representantes do Governo de Sergipe, da Prefeitura de Aracaju, além de membros do legislativo e outras autoridades.

Ao todo, R$ 64,2 milhões serão investidos nos serviços, que vão ampliar a pista 29/11 dos atuais 2,2 mil para 2,78 mil metros, que passará a ter mais áreas de escape, o que ampliará a segurança das operações. O sistema de pistas também receberá quatro novas taxiways (pistas de manobra de aeronaves), que vão agilizar a movimentação de aeronaves nos pousos e decolagens. “Essas obras vão ampliar a possibilidade do aeroporto receber mais voos, uma vez que a pista terá mais capacidade para pousos e decolagens por hora”, afirmou o diretor de Engenharia da Infraero, Jaime Parreira.

Outros serviços que também serão executados é a criação de uma área para testes de motores, a revitalização do balizamento luminoso e o recapeamento da pista de pousos e decolagens atual.

Pelo planejamento, os trabalhos vão começar nas áreas fora da pista de pouso e decolagem. “Dessa forma, num primeiro momento não haverá impacto às operações regulares do aeroporto”, afirmou o superintendente do terminal, Luiz Alberto Bittencourt.

Para as intervenções na pista, o planejamento entre Infraero, empresas aéreas, Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) ainda está sendo definido. “Todos os acertos serão definidos para que as interferências sejam as menores possíveis e permitam que a obra seja executada com eficiência, assim como em outros aeroportos que já fizeram reformas na pista”, disse Bittencourt.