LAN registra lucro de US$ 76,1 milhões no 1º trimestre do ano

575
Foto: Enos Moura Filho

A LAN Airlines contabilizou lucro de US$ 76,1 milhões entre janeiro e março de 2012, o que representou uma diminuição de 21,8% frente ao primeiro trimestre do ano passado. Neste trimestre os resultados foram afetados por um aumento de 14,7% nos preços do combustível e um cenário mais desafiante no negócio de carga, assim como o desenvolvimento das operações da LAN Colombia.

O resultado operacional da companhia alcançou US$ 1,1 bilhão, uma diminuição de 27,4% comparado com o primeiro balanço trimestral de 2011, quando registrou US$ 1,5 bilhão. A margem operacional se situou em 7,2%, ou seja, 4 pontos a menos, comparado com os 11,2% atingidos durante o mesmo período do ano passado.

Durante o primeiro trimestre de 2012, os ingressos consolidados da LAN alcançaram US$ 1,5 bilhão, comparado com os US$ 1,3 bilhão obtidos no primeiro trimestre de 2011, devido ao aumento de 16,4% nos ingressos de passageiros e de 6,2% nos ingressos de carga. O crescimento dos ingressos continua refletindo nas sólidas tendências da demanda nas operações de passageiros, alcançando um fator de ocupação recorde de 82,9%. O negócio de carga enfrentou uma demanda desafiante e mais competitiva. Os ingressos de passageiros e de carga representaram, respectivamente 74,1% e 23,9% do total dos ingressos registrado durante o quarto trimestre de 2011.

A LAN e a TAM obtiveram, de maneira exitosa, os registros e as autorizações necessárias, tanto no Brasil como nos Estados Unidos, para dar início e completar o intercâmbio de ações da TAM, inicialmente por ações de Holdco II e, finalmente, por ações da LAN, em forma de Brazilian Depositary Receipts (“BDRs”) no Brasil e American Depositary Receipts (“ADRs”) nos Estados Unidos. Em 10 de maio último, a LAN e a entidade recém formada Holdco II deram início à oferta de intercâmbio de ações da TAM de maneira simultânea no Brasil e nos Estados Unidos.

A oferta de intercâmbio se encontra atualmente programada até às 17 horas de Nova York (18 horas de São Paulo) do día 11 de junho de 2012, e o leilão terá lugar na BM&FBOVESPA S.A., às 9 horas de Nova York (10 horas de São Paulo) do día 12 de junho de 2012.