A Air Europa iniciou na última segunda-feira, dia 26, o voo inaugural com o Boeing 787-8 Dreamliner, substituindo o Airbus A330-200. Não há um ganho na oferta de assentos, afinal são 22 assentos na classe Executiva e 274 em classe econômica, totalizando 296 assentos contra 299 do Airbus A330-200, mas o ganho está demonstrado de outras maneiras. Na classe Business, os assentos são totalmente flexíveis para garantir o máximo conforto ao passageiro.

Começamos pelo máximo conforto com excelente desempenho ambiental e que faz com que o tempo de voo seja reduzido em até 40 minutos. O Boeing 787-8 Dreamliner combina o interior mais confortável com excelente desempenho ambiental, reduzindo o consumo de combustível e as emissões em 20% e o impacto acústico em 60%.

Acima uma imagem do cockpit do Boeing 787-8, com o que há de mais moderno em tecnologia embarcada.

Aqui vemos as imagens da classe econômica da Air Europa, em que todos os assentos dispõe também de uma visor de led a sua frente para acompanhar o voo e acessar a programação de entretenimento oferecido pela companhia.

Aqui os assentos que podem se tornar flexíveis na classe Business.

Foto: Alexandre Barros

A Air Europa iniciou seus voos no Brasil em 2004 na rota Salvador – Madrid. Em 2006 passou a ligar também o Rio de Janeiro a Madrid, mas este voo durou até 2008. Durante esses anos efetuou alguns charters em Natal e Recife, rota que se tornaria regular em 2017. São Paulo passou a ser atendida em 2013, ano em que transportou de GRU para MAD 2.933 passageiros. Em 2014 e 2015 alguns de seus voos de Salvador prosseguia até Santiago, no Chile. Em 2017 seus voos partindo do Brasil tiveram crescimento de 3,87%, sendo 1,61% no voo que partia de Guarulhos e 6,6% na partida de Salvador. Nos dois primeiros meses de 2018 a Air Europa transportou 9,58% mais passageiros que no mesmo período de 2017, graças ao voo regular de Recife, iniciado em dezembro de 2017, que ajudou a compor o número de 25.965 passageiros embarcados do Brasil até 28 de fevereiro último contra 23.696 do mesmo período de 2017.

Durante o ano passado, a Air Europa transportou 259.741 passageiros entre o Brasil e a Espanha, sendo 131.448 partindo do Brasil e 128.293 partindo da Espanha. As rotas da companhia de e para o Brasil também registraram excelentes níveis de ocupação, com uma média de 90%, o que foi assegurado pelo diretor executivo da Globalia, Javier Hidalgo, que expressou sua grande satisfação em operar no País com a aeronave mais moderna e eficiente de toda a frota da Air Europa no mundo e também anunciou o aumento de 28% do número de assentos oferecidos em toda a rede.

A Air Europa opera hoje dois voos semanais de Recife (AEA 48) para Madrid, com Airbus A330-200, três voos de Salvador (AEA 84) também com Airbus A330-200, que serão substituídos pelos Airbus A330-300 a partir de 23 de maio, o que dá um ganho de 23% no total de assentos (388 contra 299 do Airbus A330-200), e finalizando, o voo diário de São Paulo (AEA 58), agora com o Boeing 787-8 Dreamliner.

Veja a frota da Air Europa

Fonte: Aviação Brasil