Resultados da rota Brasil – Argentina – Brasil em 2009

1376

O movimento na rota Brasil – Argentina – Brasil, em passageiros apresentou queda de 15,66% em 2009. Foram transportados 2.034.794 passageiros na rota sendo que 1.019.074 passageiros embarcados no Brasil, queda de 14,58%, e 1.015.720 embarcados na Argentina, queda de 16,72%. A Gol/VRG possui 38,05% do volume total de passageiros embarcados, seguida pela TAM (35,30%) e Aerolineas Argentinas (15,87%).

Atualmente, com destino a Argentina, temos voos partindo de Florianópolis, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo. De Floripa a única opção é um voo diário da Gol/VRG para Ezeiza, com Boeing 737-800NG, configurado para 187 passageiros. De Porto Alegre temos um voo operado pela Gol/VRG para Córdoba, com seis frequências semanais, a bordo de um Boeing 737-800NG, configurado para 184 passageiros. Ainda do Salgado Filho há uma opção de voo, quatro vezes por semana, para Rosário, com Boeing 737-800NG, configurado para 187 passageiros. Para Ezeiza a única opção é pela Gol/Vrg, diariamente, com Boeing 737-800NG, configurado para 168 passageiros. O aeroporto central de Aeroparque é atendido pela Aerolineas Argentinas e pela TAM. A Aerolineas opera um voo diário, com Boeing 737-700NG, configurado para 140 passageiros e a TAM com um Airbus A320, configurado para 156 passageiros, também diariamente. Do Rio de Janeiro a única opção para o Aeroparque é pela Aerolineas Argentinas, que possui três voos diários, com Boeing 737-700NG, configurado para 140 passageiros. A Gol/VRG possui dois voos diários para Ezeiza, com um Boeing 737-800NG, configurado para 184 passageiros. A TAM e a TAM Mercosur, possuem cada uma, um voo diário, com Airbus A320, configurado para 156 passageiros. Finalmente São Paulo – Guarulhos, onde a Aerolineas Argentinas e a Lan Argentina possuem como destino o Aeroparque. A Aerolineas possui 29 voos semanais com Boeing 737-700NG, configurado para 140 passageiros e a Lan Argentina possui dois voos diários, com Airbus A320, configurado para 156 passageiros. Para Ezeiza a Aerolineas Argentinas ainda mantém quatro voos semanais, com a mesma aeronave que opera os demais voos. A British Airways possui uma frequência diária, extensão do voo Londres – São Paulo, com Boeing 747-400, com 299 assentos. Este voo da British Airways será descontinuado em março de 2011. A Lan Argentina possui outras sete frequências semanais, sendo uma com o Airbus A320, para 162 assentos e as outras seis com Boeing 767-300ER, para 221 assentos. A Gol/VRG possui 42 frequências semanais, com o Boeing 737-800NG, para 184 passageiros e a Qatar Airways uma frequência diária com o Boeing 777-200ER para 259 assentos. Finalizamos com a TAM que possui 21 frequências operadas com o Airbus A320, para 156 assentos e outras 21 frequências operadas com o Airbus A330-200, para 223 assentos.

No que se refere a carga aérea resaltamos que não foi possível mensurar o resultado global devido a falta de dados das empresas Tam, Gol e VRG. Em 2008 a TAM transportou 12.183.161kg na rota contra 28kg em 2009. A Gol em 2008 transportou 7.369.706kg contra 915.351kg em 2008 e a VRG 11.490.245kg contra 0kg em 2009, já que seus resultados para este ano são mesclados com os da Gol. Como é de responsabilidade das companhias aéreas informar a Agência Nacional de Aviação Civil, faremos os questionamentos sobre os dados a este órgão, para averiguar se houve falta de dados ou falha sistêmica. De qualquer forma, com os dados apresentados pelas demais empresas, informamos que a Lan Argentina detém a liderança com 24,93% do volume de carga transportada, seguida por UPS (17,42%), Fedex (15,61%), Lan Cargo (11,20%) e British Airways (10,85%).

Neste ano, comparado com as empresas que apresentaram os dados à ANAC, vemos que estão também operando a rota as companhias Atlas Air, Cielos del Peru e Qatar Airways. Dos voos cargueiros todos possuem Ezeiza como destino final. A Absa possui uma frequência semanal partindo de Manaus, a Atlas Air uma partindo de Campinas, a Cielos del Peru possui quatro partindo de Campinas, a Fedex possui cinco partindo de Campinas, a Lan Cargo possui três partindo de Porto Alegre, a Lufthansa Cargo possui duas partindo de Campinas, a MTA também duas partindo de Campinas, a UPS possui quatro partindo de Campinas e a VarigLog também quatro partindo de Campinas.

Para empresas brasileiras não há mais nenhuma frequência autorizada pela ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil, com data-base outubro de 2010.

Publicidade