Rumo à maturidade – TAM na Star Alliance

364

A tendência natural de uma grande empresa aérea é que atinja sua maturidade o quanto antes, tornando-se uma empresa global. A TAM fez seu ousado movimento nesse sentido, passando a integrar, desde ontem, a Star Alliance, demonstrando assim que é uma empresa madura.

Com a entrada na Star Alliance a TAM passa a oferecer aos passageiros a possibilidade de viagens práticas e integradas ao redor do mundo. São 27 companhias aéreas que a itegram, com mais de 21.050 partidas diárias atingindo 1.167 destinos em 181 países.

A entrada na TAM na Star Alliance por outro lado, também representa um maior alcance desse que é a mais antiga das aliança entre empresas aéreas do mundo (desde 1997), integrando a a malha sul-america e doméstica brasileira.

A TAM namora a Star Alliance desde 2006. Em 2008 decidiu por aderir, e de lá para cá adaptou processos e rotinas da empresa à aliança.

Os passageiros da TAM podem acumular e regesgatar pontos no programa Fidelidadede coando em qualquer uma das integrantes da Star Alliance.

A TAM tem um market share no cenário nacional de 42,1% (números de abril), voa para 43 destinos domésticos com vôos próprios. Se considerar as parceiras comerciais, esse número sobe para 82 cidades. Também responde por 85,4% dos vôos internacionais por companhias brasileiras, chegando a 18 destinos, na América do Norte, América do Sul e Europa.

A entrada da TAM na Star Alliance deve representar um aumento nas receitas de 46,4 milhões de Euros ao ano, e aumentar a oferta de vôos internacionais e 8%.

A empresa apresentou ontem em São Paulo um Airbus A-320 (o PR-MBO) ostentando a pintura da Star Alliance.