Tam Mro recebe nova certificação da Easa

997

A Tam Mro recebeu uma nova certificação da Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA – European Aviation Safety Agency) autorizando as estações de manutenção de linha em Porto Alegre, Recife, Salvador e Fortaleza a prestar serviços em aeronaves Airbus A330-200 e A330-300 com matrícula naquele continente.

Com essa certificação, a unidade de MRO (Maintenance, Repair and Overhaul) passa a estar capacitada para a execução de revisões e inspeções de aeronaves  (transit check, daily check, ETOPS pré-flight inspection) e ações corretivas delas decorrentes. A sigla ETOPS (Extended Twin Engine Operations) expressa um conceito de operação estendida de aeronaves com dois motores, que visa garantir a confiabilidade adequada dos aviões para operação em rotas sem apoio de solo por até 180 minutos, por exemplo, em voos transoceânicos.

A obtenção da certificação faz parte do projeto iniciado em outubro de 2010 pela TAM MRO, instalada no Centro Tecnológico da companhia em São Carlos, no interior de São Paulo, com o objetivo de atender à demanda de operadores europeus por serviços de manutenção de linha. As etapas do projeto envolveram diagnósticos de adequação aos requisitos da EASA, definição de planos de ação e implementação das ações por parte de diversas áreas da companhia envolvidas no projeto.

A autoridade aeronáutica europeia concedeu a certificação após realização de auditorias nas instalações de manutenção de linhas nas bases de Porto Alegre, Recife, Salvador e Fortaleza. Os primeiros serviços de manutenção de linha sob a certificação EASA já se iniciaram no Aeroporto Internacional Salgado Filho/Porto Alegre para uma companhia europeia que opera voos regulares de e para o Brasil.

Para a próxima etapa do projeto, já está sendo pleiteada junto à EASA a certificação das estações de manutenção de linha nas seguintes bases: São Paulo/Guarulhos, Viracopos/Campinas, Rio de Janeiro/Galeão e Brasília.

“A certificação EASA de nossas estações de manutenção de linha é um passo importante na ampliação de um portfolio de serviços especializados oferecidos pela TAM MRO no mercado internacional, além de ser mais um reconhecimento da excelência na manutenção realizada em nossas oficinas instaladas no Centro Tecnológico de São Carlos”, destaca Ruy Amparo, vice-presidente de Operações e Manutenção da TAM.

Atualmente, o corpo de funcionários diretos da TAM MRO está em torno de 1.200 pessoas, incluindo técnicos e engenheiros que trabalham no centro de manutenção.  Seus hangares em São Carlos têm capacidade para acomodar simultaneamente até sete aeronaves (quatro de médio porte e três de pequeno porte) para execução de todos os serviços de manutenção necessários às aeronaves.

Suas oficinas estão capacitadas para executar serviços de manutenção para mais de 6 mil componentes de aeronaves Airbus, Boeing, Fokker, ATR (Avions de Transport Regional) e aeronaves militares. Sua estrutura conta com 24 oficinas especializadas, como: Hidráulica, Pneumática, Aviônicos, ATEC, IDG, Material Composto, Trem de Pouso, Galvanoplastia e Pintura.

Fazem também parte de seu portfolio: treinamento, manutenção de linha e fornecimento de GSE (Ground Support Equipment), e reparo do conjunto de máquinas (esteiras, tratores, escadas) utilizado para realizar as operações de carregamento e descarregamento das aeronaves nos aeroportos.

Publicidade