United Airlines fecha primeiro trimestre com lucro operacional de US$ 58 milhões

340

A UAL Corporation anunciou hoje um lucro operacional de US$ 58 milhões no primeiro trimestre de 2010, excluindo ganhos em operações de hedge não envolvendo dinheiro e algumas mudanças contábeis. É a primeira vez que a empresa gera um lucro operacional no primeiro trimestre desde 2000. O lucro operacional pelas normas GAAP foi de US$ 69 milhões.

A empresa registrou um prejuízo líquido de US$ 92 milhões, ou US$ 0,55 por ação básica, no trimestre encerrado no dia 31 de março. Esse resultado exclui ganhos de operações de hedge que não envolvem dinheiro e algumas mudanças contábeis. O prejuízo é inferior em US$ 479 milhões ao do primeiro trimestre de 2009. Pelas normas GAAP, o prejuízo líquido foi de US$ 82 milhões, ou US$ 0,49 por ação básica.

Os dados indicam um aumento de 19,0% no retorno consolidado do transporte de passageiros por assento-milha disponível (PRASM) com relação ao mesmo período do ano anterior.

A empresa teve um aumento de 4,8% no custo unitário consolidado por assento-milha disponível (CASM), excluindo despesas com combustíveis e algumas mudanças contábeis. Houve uma redução de 3,3% na oferta com relação ao primeiro trimestre do ano passado. O CASM, incluindo despesas com combustíveis e excluindo ganhos de operações de hedge com combustíveis e certas mudanças contábeis, subiu 6,5%. O custo unitário GAAP incluindo esses itens subiu 8,6%.

A empresa encerrou o trimestre tendo em caixa US$ 3,8 bilhões, sendo mais de US$ 3,5 bilhões sem restrições e cerca de US$ 300 milhões com restrições. Em 26 de abril, a disponibilidade sem restrições tinha aumentado para US$ 4,5 bilhões, incluindo US$ 700 milhões recebidos de um lançamento de títulos em abril.

Ainda durante o trimestre, a empresa ocupou o primeiro lugar em pontualidade entre as cinco maiores empresas aéreas dos Estados Unidos; completou as encomendas de 25 aviões Boeing 787 Dreamliner e 25 Airbus A350 XWB de fuselagem larga; e pediu autorização para operar um voo diário entre San Francisco e Haneda, o aeroporto central de Tóquio.