Viracopos implanta projeto para desburocratizar processos de tramitação de cargas

540
Foto: Assessoria de Imprensa
Foto: Assessoria de Imprensa

O Aeroporto Internacional de Viracopos foi escolhido para sediar e desenvolver o projeto e-AWB (Air Way Bill), conhecimento aéreo eletrônico que visa reduzir papéis e desburocratizar os processos de tramitação de cargas internacionais. O sistema é utilizado nos principais aeroportos do mundo.

A iniciativa é resultado de uma parceria entre a IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo, sigla em inglês) e a concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, com o apoio da Receita Federal e das empresas Lufthansa e DB Schenker.

“A homologação de Viracopos para a utilização do e-AWB trará mais agilidade às exportações brasileiras, desburocratizando o processo, uma vez que desobriga a tramitação de cópias físicas do Conhecimento Aéreo, por meio da troca eletrônica dos dados entre os elos da cadeia logística, amparados por contratos regulamentados diretamente pela IATA e firmados entre as empresas participantes”, explica o diretor-presidente de Viracopos, Luiz Alberto Küster.

“O conhecimento aéreo eletrônico e-AWB (Air Way Bill) será uma revolução, assim como foi a implantação do bilhete eletrônico (e-ticket). E vai gerar desburocratização e transparência no gerenciamento de informações. Esse projeto faz parte de um processo que vai levar ao e-freight, cujo objetivo é disponibilizar eletronicamente em tempo real todos as documentos”, afirma o diretor da IATA para o Brasil, Carlos Ebner.

Neste mês de dezembro, as empresas Lufthansa e DB Schenker começam a realizar os primeiros voos com o novo sistema na rota Viracopos-Frankfurt. Inicialmente o e-AWB será utilizado apenas na exportação.

Já no início de 2014, a intenção é acrescentar, gradualmente, novas empresas e rotas ao processo. No meio do próximo ano, acontecerá uma avaliação para que seja implementado o sistema também para a área de importação.